Linguística, psicologia e neurociência: a união inescapável dessas três disciplinas

Thiago Oliveira da Motta Sampaio, Aniela Improta França, Marcus Antônio Rezende Maia

Resumo


Até meados do século XIX, os estudos da linguagem e os estudos da mente e do cérebro eram vistos como áreas incompatíveis e de naturezas distintas nas discussões acadêmicas. Uma vez que a linguagem passa a ser entendida como uma capacidade cognitiva da espécie, suas bases psico e neurobiológicas se tornam um importante objeto de estudo e passam a ser investigadas nas interfaces entre estas disciplinas. Este artigo se dedica a discutir a história comum entre a Linguística, a Psicologia e a Neurociência, de forma a mostrar que estas disciplinas estão inevitavelmente interconectadas em suas teorias e métodos através da Psicolinguística e da Neurociência da Linguagem.

DOI: 10.17074/2238-975X.2015v11n1p230


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31513/linguistica.2015.v11n1a4632

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: