A alegria trágica de viver na filosofia de Nietzsche

Renato Nunes Bittencourt

Resumo


Resumo: Neste artigo analisamos de que maneira Nietzsche compreende a experiência do trágico em sua filosofia, associando tal disposição a uma afirmação alegre da vida, capaz de abarcar de modo pleno a dor e a morte. A alegria trágica favorece a interpretação da vida como um acontecimento extra-moral, posicionando-se assim como um exercício existencial de criação contínua e valorização de todas as circunstâncias vitais.

Palavras-Chave: Nietzsche; Trágico; Alegria; Criação.

Abstract: In this article we analyze how Nietzsche understands the experience of tragic in its philosophy, associating such disposal to a glad affirmation of the life, capable to accumulate of stocks in full way pain and the death. The tragic joy favors the interpretation of the life as an event extra-moral, locating itself as well as an existencial exercise of continuous creation and valuation of all the vital circumstances.

Keywords: Nietzsche; Tragic; Joy; Creation.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista Ítaca - Periódico acadêmico administrado e editado por discentes de pós-graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio de Janeiro

ISSN (1519-9002 | 1679-6799) 

 

Última atualização: Agosto/2019

Last update: Agust/2019