Conectores advindos da construção [Xque]conect no português: uma visão construcional de mudança

Monique Petin Kale dos Santos, Thiago dos Santos Silva

Resumo


Este artigo apresenta o estudo das microconstruções  ainda quemesmo queassim queuma vez que e já que entre os séculos XIII e XVIII, levando a formação da construção mais abstrata [Xque]CONECT  na língua portuguesa. Para tanto, utilizamos como pressupostos teórico-metodológicos a Linguística Funcional Centrada no Uso. A formação dessas microconstruções baseiam-se no modelo da Mudança Construcional e da Construcionalização (TRAUGOTT E TROUSDALE, 2013; TRAUGOTT, 2015). Essa abordagem agrega os principais rede pressupostos da Gramaticalização e da Gramática de construções a fim de explicitar como a língua varia, com a mudança constante da rede linguística, observada como um agrupamento de nós (pareamento forma-sentido) interligados. Desse modo, a partir da análise de tais microconstruções, o presente trabalho exibe a estruturação da rede [Xque]CONECT  no português.


Palavras-chave


Mudança linguística; Conectores; Construcionalização

Texto completo:

PDF

Referências


BYBEE, J. Language, usage and cognition. Cambridge University Press, 2010.

CEZARIO, M. M.; SILVA, T.; SANTOS, M. Formação da Construção [XQUE]CONEC no Português. Revista e-scrita: revista do curso de etras da UNIABEU, v. 6, 2015. p. 229-243.

HUDSON, R. A. Language Networks: The New Word Grammar. Oxford: Oxford University Press, 2007.

MARTELOTTA, M. E. T. Os circunstanciadores temporais e sua ordenação: uma visão funcional. Rio de Janeiro: UFRJ, 1996.

MARTELOTTA, M. E. T. Mudança linguística: uma abordagem baseada no uso. São Paulo: Cortez, 2011.

SANTOS, M. P. K.; CEZARIO, M. M. . Gallaecia. Estudos de lingüística portuguesa e galega. III Congresso Internacional de Linguística Histórica. 1. ed. Santiago de Compostela: Santiago de Compostela publicacións, v. 1, 217. p. 959-974.

TRAUGOTT, E. C.; TROUSDALE, G. Gradience, gradualness and grammaticalization: how do they intersect?. In: TRAUGOTT, E. C.; TROUSDALE, G. (Ed.).Gradience, gradualness and grammaticalization. Amsterdam/ Philadelphia: John Benjamins Publishing Company, 2010.

TRAUGOTT, E. C. The status of onset contexts in analysis of micro-changes. In: Kytö, M. (Ed). English Corpus Linguistics: Crossing Paths. Amsterdam: Rodopi, 2012. p. 221-255.

TRAUGOTT, E.C; TROUSDALE, G. Construcionalization and Constructional Changes. Oxford: University Press, 2013.

TRAUGOTT, E. C. Toward a coherent account of grammatical constructionalization. In: BARðDAL, J.; SMIRNOVA, E.; SOMMERER, L.; GILDEA, S. (Orgs.). Diachronic Construction Grammar. Amsterdam: John Benjamins Publishing Company, 2015.




DOI: https://doi.org/10.24206/lh.v5i1.15945

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 LaborHistórico

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

LaborHistórico | ISSN 2359-6910

A Revista LaborHistórico da Universidade Federal do Rio de Janeiro está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.