O Livro de Naturas, uma fonte manuscrita para o estudo da medicina medieval em Portugal

Ana Marta Silva Pinto

Resumo


O presente artigo tem por base a minha dissertação de mestrado e a procura de uma incursão pelo mundo da medicina medieval em Portugal, através da análise de uma parte do Códice Eborense CXXI/2-19, um manuscrito do século XV composto por uma série de tratados médicos traduzidos para vernáculo. Através dele, procurámos familiarizar-nos com uma amostra das doenças que acometiam o homem medieval, da mesma forma que o Livro de Naturas, fonte do nosso estudo, atribuído a Frei Gil de Santarém, físico português e frade dominicano, nos proporciona um conhecimento abrangente sobre a composição de diversas mezinhas medievais. Pretendemos, desta forma, dar a conhecer uma fonte medieval, pouco conhecida e não editada, encontrada no Catálogo da Biblioteca Pública de Évora.


Palavras-chave


Medicina medieval. Fontes. Códice Eborense CXXI/2-19. Livro de Naturas. Frei Gil de Santarém.

Texto completo:

PDF

Referências


FARELO, Mário Sérgio. Livros que contam uma história. O contributo das obras de Medicina e de Quadrivium para o conhecimento da cultura letrada em Portugal na Idade Média, (no prelo), p. 1-29.

LEMOS, Maximiano. História da Medicina em Portugal – Doutrinas e Instituições, Volume I, Lisboa, Publicações Dom Quixote / Ordem dos Médicos, 1991, p. 17-129.

MARTINS, Mário, S. J. O Códice Eborense CXXI/2-19 como repositório da linguagem médica do séc. X. Boletim de Filologia, Tomo XIX, Lisboa: Centro de Estudos Filológicos, p. 95-103, 1960.

MCCLEERY, Iona. The medical works of Giles of Santarém. In: The Life and Legend of Giles of Santarém, Dominican Friar and Physician (d.1265): A Perspective on Medieval Portugal. PhD Thesis, University of Saint Andrews, 2000, p. 257-287.

MIRA, M. Ferreira. História da Medicina Portuguesa. Lisboa: Edição da Empresa Nacional de Publicidade, 1947.

OLIVEIRA, L. N. Ferraz de; SANTOS, Maria Leonor Ferraz de Oliveira Silva. Códice CXXI/ 2-19 da Biblioteca Pública de Évora. Ensaio de análise nos contextos cultural e científico-médico do seu tempo. In: Actas do Congresso Comemorativo do V Centenário da Fundação do Hospital Real do Espírito Santo de Évora, Évora: Barbosa & Xavier, LDA – Artes Gráficas, 1996. p.75- 85.

OLIVEIRA, L.N. Ferraz de; SANTOS, Maria Leonor Ferraz de Oliveira Silva. Um testemunho do conhecimento teórico e prático da medicina portuguesa quatrocentista. In: Actas do Congresso Comemorativo do V Centenário da Fundação do Hospital Real do Espírito Santo de Évora, Évora, Barbosa & Xavier, LDA – Artes Gráficas, 1996. p. 65-73.

PINTO, Ana Marta Silva. Fragmentos de Medicina Medieval em Portugal: Frei Gil de Santarém e o Códice Eborense CXXI/ 2-19, Tese especialmente elaborada para a obtenção do grau de Mestre em História – Especialidade em História Medieval, apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa em abril de 2017. Disponível em

https://www.academia.edu/33446039/Fragmentos_de_Medicina_Medieval_em_Portugal_Frei_Gil_de_Santarém_e_o_Códice_Eborense_CXXI_2-19, no formato PDF. Acesso em 17 de janeiro de 2020.

Fonte Manuscrita

Biblioteca Pública de Évora, Códice Eborense CXXI/2-19, fl.141v-166.




DOI: https://doi.org/10.24206/lh.v6i1.31765

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 LaborHistórico

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

A Revista LaborHistórico da Universidade Federal do Rio de Janeiro está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.