O engatinhar das ciências no Brasil: a Ata da Primeira Congregação do Museu Nacional do Rio de Janeiro, 1842

Vitória Luyza Cardoso Barbosa

Resumo


O documento da Ata da Primeira Congregação do Museu Nacional de 1842, apresentado nesta transcrição, compunha o acervo documental do Museu Nacional, antes do incêndio de 2018, e estava sob custódia da Seção de Memória e Arquivo (SEMEAR) da mesma instituição. O manuscrito encontra-se hodiernamente disponível na Biblioteca Digital do Museu Nacional e foi digitalizado por Marcelo F. de Souza, Orlando N. Grillo e Luciana B. Carvalho. O documento trata de questões administrativas, burocráticas e financeiras da instituição e é assinado por Francisco António Rego, então Ajudante de Secretário, cargo ao qual foi designado, como consta do próprio documento aqui analisado. O manuscrito, em suma, registra, por escrito, a sessão da Primeira Congregação do Museu Nacional, na qual foram definidos alguns cargos administrativos e, também, algumas questões financeiras da entidade museológica e científica.


Palavras-chave


Ata da Primeira Congregação. Ciências. Manuscrito. Museu Nacional. Seção de Memória e Arquivo (SEMEAR).

Texto completo:

PDF

Referências


BERWANGER, A. R.; LEAL, J. E. F. Normas Técnicas para Transcrição e Edição de Documentos Manuscritos. In: Noções de Paleografia e de Diplomática. 5ª ed. Santa Maria: Editora UFSM, 2015, p. 97-106.

DANTAS, Regina Maria Macedo Costa. A Casa do Imperador: do Paço de São Cristóvão ao Museu Nacional. Dissertação (Mestrado em Memória Social) - Programa de Pós-graduação em Memória Social, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.

LOPES, Maria Margareth. O Brasil descobre a pesquisa científica: os museus e as ciências naturais no século XIX. São Paulo: Aderaldo & Rothschild; Brasília, DF: Ed. UnB, 2009. 369 p.




DOI: https://doi.org/10.24206/lh.v6i3.39950

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Vitória Luyza Cardoso Barbosa

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

LaborHistórico | ISSN 2359-6910

A Revista LaborHistórico da Universidade Federal do Rio de Janeiro está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.