Cartas amorosas de 1930: um casal não-ilustre do Rio de Janeiro

Érica Nascimento Silva

Resumo


Este trabalho tem por objetivo apresentar de maneira descritiva alguns aspectos referentes à amostra Casal dos anos 30. Por se tratarem de pessoas não-ilustres, não foi possível obter muitos dados sobre o perfil social dos missivistas, mas, a partir da leitura das cartas, alguns aspectos sobre o casal de noivos puderam ser observados. Além das informações familiares verificadas com a leitura das cartas, constatou-se diferença quanto ao grau de letramento entre os escreventes Maria (MRC) e Jayme (JOS). Enquanto a noiva MRC apresenta mais desvios grafemáticos que o noivo, JOS utiliza alguns recursos estilísticos para tornar seu texto mais erudito.



Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24206/lh.v1i2.4792

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 LaborHistórico

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

LaborHistórico | ISSN 2359-6910

A Revista LaborHistórico da Universidade Federal do Rio de Janeiro está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.