IDEOLOGIA, POLÍTICA E EDUCAÇÃO: A CBAI (1946/1962)

Luciane Quintanilha Falcão, Luiz Antônio Cunha

Resumo


Este texto focaliza a Comissão Brasileira-Americana de Ensino Industrial-CBAI,  instituição criada em 1946 e extinta em 1962. Sediada inicialmente no Rio de Janeiro e, a partir de 1957, em Curitiba, a Comissão traduziu livros e promoveu cursos de aperfeiçoamento para professores, no Brasil e nos EUA. A análise do Boletim da CBAI nos leva a recusar a explicação simplista a respeito da presença norte-americana na educação brasileira, como se resultasse de uma imposição de fora. O caso da CBAI mostra a receptividade e a busca da orientação americanista pelo governo brasileiro e pelos docentes da educação técnico-profissional.

Texto completo:

PDF

Referências


Arapiraca, José Oliveira. A USAID e a educação brasileira, São Paulo, Cortez, 1982.

Boletim da CBAI, Rio de Janeiro, 1947/57; Curitiba, 1958/61; nos. 1 a 160.

Carayon, Elza Marie Petruceli. A educação para o trabalho no ensino de 1o gênese, dissertação de mestrado em Educação, Rio de Janeiro, FGV/IESAE. 1987.

Cunha, Célio da. Educação e autoritarismo no Estado Novo, São Paulo, Cortez. 1981.

Cunha, Luiz Antônio. “A política educacional e a formação da força de trabalho industrial na era de Vargas”, em A Revolução de 30, Seminário Internacional, Rio de Janeiro/Brasília, Fundação Getúlio Vargas - CPDOC/Universidade de Brasília. 1983.




DOI: http://dx.doi.org/10.20500/rce.v4i7.1579

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons 

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.