Formação de professores no contexto do PROEJA: uma revisão necessária

Maria da Graça Sousa Marinho, Josimar de Aparecido Vieira, Ana Sara Castaman

Resumo


Este ensaio busca compreender o processo de formação de professores que atuam no PROEJA, da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (RFEPCT) a partir da análise das bases que fundamentam o referido programa. Constituído numa perspectiva qualitativa e dialética, foi produzido por meio de pesquisa bibliográfica, seguindo os tipos de pesquisa descritiva e exploratória. Como organização, aponta bases que fundamentam o PROEJA na RFEPCT, necessidades para formação de professores que atuam no referido programa e as considerações finais. Esses pontos indicam que o PROEJA possui princípios e concepções singulares que determinam necessidades no processo de formação dos professores de modo que dialogue com expectativas, realidades e desafios cotidianos da docência.


Palavras-chave


Formação de professores, Educação profissional, PROEJA.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Laurinda Ramalho de. A dimensão relacional no processo de formação docente: uma abordagem possível. In: BRUNO, Eliane Bambini Gorgueira; ALMEIDA, Laurinda Ramalho de; CHRISTOV, Luíza Helena da Silva. (Org.). O coordenador pedagógico e a formação docente. São Paulo: Loyola, 2006.

ALVARADO-PRADA, Luis Eduardo; FREITAS, Thaís Campos, FREITAS, Cinara Aline. Formação continuada de professores: alguns conceitos, interesses, necessidades e propostas. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 10, n. 30, p. 367-387, maio/ago. 2010.

ARAÚJO, Wanderson Pereira; VIANA, Cleide Maria Quevedo Quixadá. A formação docente na Educação Profissional e Tecnológica no (IFNMG). Formação Docente, Belo Horizonte, v. 11, n. 21, p. 89-104, mai./ago. 2019. Disponível em: http://www.revformacaodocente.com.br. Acesso em: 10 maio 2020.

ARROYO, Miguel Gonzalez. Juventude, produção cultural e Educação de Jovens e Adultos. In: Leôncio (org.) Diálogos na educação de jovens e adultos. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 05 de outubro de 1988. Disponível em < www.planalto.gov.br>. Acesso em: 28 out. 2019.

BRASIL. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em . Acesso em: 30 out. 2019.

BRASIL. Decreto nº 5.478, de 24/06/2005. Institui, no âmbito das instituições federais de educação tecnológica, o Programa de Integração da Educação Profissional ao Ensino Médio na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos - PROEJA. Disponível em . Acesso em: 06 nov. 2019.

BRASIL. Decreto nº 5.840, de 13 de julho de 2006. Institui, no âmbito federal, o Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos - PROEJA, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Decreto/D5840.htm Acesso em: 12 maio 2020.

BRASIL. Secretaria da Educação Profissional e Tecnológica. Documento Base do Proeja. Brasília, agosto 2007. Disponível em Acesso em: 07 nov. 2019.

BRZEZINSKI, Iria. Sujeitos Sociais Coletivos e a Política de Formação Inicial e Continuada Emergencial de Professores: Contradições VS Conciliações, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v35n129/0101-7330-es-35-129-01241.pdf. Acesso em: 12 maio 2020.

CIAVATTA, Maria. Educação Básica e Educação Profissional: descompassos e sintonia necessária. In: OLIVEIRA, Edna Castro de; PINTO, Antonio Henrique; FERREIRA, Maria José de Resende (Org.). Eja e educação profissional: desafios da pesquisa e da formação no PROEJA. Brasília: Liber Livros, 2012.

COUTINHO, Suzana Andréia Santos; MORAES, Lélia Cristina Silveira de. A formação continuada de professores que atuam no PROEJA: ouvindo os sujeitos envolvidos Formação Docente, Belo Horizonte, v. 07, n. 12, p. 65-82, jan./jun. 2015. Disponível em http://formacaodocente.autenticaeditora.com.br. Acesso em: 10 maio 2020.

DI PIERRO, Maria Clara. Notas sobre a redefinição da identidade e das políticas públicas de educação de jovens e adultos no Brasil. Educação e Sociedade, Campinas, vol. 26, n. 92, p. 1115-1139, out. 2005.

FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise Nogueira. A gênese do decreto nº 5.154/2004. Um debate no contexto controverso da democracia restrita. In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise Nogueira. (Org.). Ensino médio integrado: concepção e contradições. São Paulo: Cortez, 2005, p. 21-56.

GATTI, Bernardete Angelina; SÁ BARRETO, Elba Siqueira de; ANDRÉ, Marli Eliza de Afonso. Políticas docentes no Brasil: um estado da arte. Brasília: UNESCO, 2011.

GRABOWSKI, Gabriel. Reforma, legislação e financiamento da educação profissional no Brasil. In: MOLL, Jaqueline (org.). Educação profissional e tecnológica no brasil contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades, Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 271-284.

KUENZER, Acácia Zeneida. Políticas de ensino médio: continuam os mesmos dilemas. In:

COSTA, Albertina de Oliveira; MARTINS, Angela Maria; FRANCO, Maria Laura Puglisi Barbosa (Orgs.). Uma história para contar: a pesquisa na Fundação Carlos Chagas. São Paulo: Amnablume, 2004. p. 89-116.

LIMA FILHO, Domingos Leite. O PROEJA em construção: enfrentando desafios políticos e pedagógicos. Educação e Realidade, Porto Alegre, n. 35, p. 109-127, jan/abr. 2010.

MACHADO, Lucília Regina de Souza. O desafio da formação dos professores para a EPT e proeja. Educação Sociedade. Campinas, v. 32, n. 116, p. 689-704, jul.-set. 2011 Disponível em http://www.cedes.unicamp.br Acesso em: 10 maio 2020.

MORAIS, Ariadiny Cândido. Prática pedagógica e formação dos professores da educação profissional na relação com concepções e princípios do PROEJA. 2015. 157f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Educação, Identidade e Profissão Docente. In: PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no Ensino Superior. São Paulo: Cortez, 2002. p. 93-136.

RAMOS, Marise Nogueira. Ensino Médio Integrado: ciência, trabalho e cultura na relação entre educação profissional e educação básica. In: MOLL, Jaqueline. Educação profissional e tecnológica no brasil contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 42-57.

SAVIANI, Dermeval. O choque teórico da politecnia. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v.1, n. 1, p. 131-152, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/tes/v1n1/10.pdf Acesso em: 12 maio 2020.

WELLER, Wivian. Jovens no Ensino Médio: projetos de vida e perspectivas de futuro. In: DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo; MAIA, Carla Linhares. (orgs.). Juventude e ensino médio: sujeitos e currículos em diálogo. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014, p. 135-154.




DOI: https://doi.org/10.20500/v15i33.34603

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.