Habilidades sociais em crianças com transtorno do espectro autista: uma análise da prática em Terapia Ocupacional / The Social Skills for children with autism spectrum disorder: A practice analysis in Occupational Therapy

Bruma Sofia Filocreão Miranda Leal, Luma Carolina Câmara Gradim, Vanessa Rafaelle Brasil de Souza

Resumo


O Programa de Habilidades Sociais foi desenvolvido para crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Foram realizadas intervenções com atividades lúdicas e treino de habilidades sociais em uma oficina terapêutica para crianças diagnosticadas com TEA durante um período de cinco meses com oito crianças de 3 a 5 anos. Foi utilizado um questionário semi estruturado para coleta de dados juntamente com o protocolo VB-MAPP para avaliação e inclusão dos participantes. Foi possível observar progresso em habilidades sociais nas oito crianças e identificar o uso de recursos lúdicos como um fator essencial no treino de habilidades sociais para crianças com TEA.

 

Abstract:

The Social Skills Program was developed for children with Autism Spectrum Disorder (ASD). During the practice of occupational therapy, assessments of demands with VB-MAPP protocol for eight children of 3 to 5 years old for period of five months, creation of the workshop with playful activities and training of social skills for ASD. It was observed that the eight children showed progress in social skills. It was possible to identify the use of playful resources as an essential factor in the training of social skills for children with ASD.

Keywords: Autistic Disorder. Social Skills. Occupational Therapy.

 

Resumen:

El Programa de Habilidades Sociales fue desarrollado para niños con Trastorno del Espectro Autista (TEA). Durante la práctica de terapia ocupacional, llevaron a cabo evaluaciones de las demandas protocolo VB-MAPP de ocho niños de 3 a 5 años por un período de cinco meses, creación del taller con actividades lúdicas y capacitación en habilidades sociales para el TEA. Se observó que los ocho niños mostraban progresos las habilidades sociales. Fue posible identificar el uso de recursos lúdicos como factor esencial la formación de habilidades sociales para los niños con TEA.

Palabras clave: Transtorno Autístico. Habilidades Sociales. Terapia Ocupacional.


Palavras-chave


Autismo Infantil; Habilidades Sociais; Terapia Ocupacional

Texto completo:

PDF

Referências


Figueiras ACM. Transtorno do Espectro Autista. In: Lima EJF; Souza MFT; Brito RCCM. Pediatria Ambulatorial. 2aed. Recife: Editora Medbook; 2017. p.1-22.

Brasil. Ministério da Saúde. Protocolo da Rede de Atenção Psicossocial. Defini sobre o acolhimento, a avaliação e o tratamento de transtornos invasivos ou globais do desenvolvimento, ditos do espectro autista. Sistema Único de Saúde, Santa Catarina; 2015. [acesso em 2020 julh. 09]. Disponível em: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:nkmlTQg0e2cJ:www.saude.sc.gov.br/index.php/documentos/atencao-basica/saude-mental/protocolos-da-raps/9209-spectroautista/file+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br.

Côrrea PM et al. A importância da Terapia Ocupacional no brincar da criança com autismo. Ling. Acadêmica, Batatais. 2017; 7(7):37-55.

Kenyon PB et al. Análise Comportamental Aplicada (ABA): Um Modelo para a Educação Especial. In:Camargos W. Transtornos Invasivos do Desenvolvimento 30 Milênio. Editora Secretaria Especial de Direito. 2005. p. 2-10.

Sundberg ML. The verbal behavior milestones assessment and placement program: The VB-MAPP. 2a ed. Califórnia: Editora AVB Press; 2014.

Ellis JT; Almeida C. Socially Savvy Online Checklist: A Social Skills Assessment Tool for Special Educators and Parents. 1a ed. New York: Editora DRL Books; 2015.

Da Silva LC; Frighetto AL; Dos Santos JC. O Autismo e o Lúdico. Revista Nativa.2013.

Rezende M. O brincar sob a perspectiva da Terapia Ocupacional. In: Carvalho A et al. Brincar(es). 1a ed. Belo Horizonte: Editora UFMG/PROEX; 2009. p.51-60.

Reis NMM; Rezende MB. Adaptações Para O Brincar. In: Cavalcanti A; Galvão C. Terapia Ocupacional: Fundamentação e Prática. Rio De Janeiro: Editora Guanabara Koogan; 2007. p. 338-343.

Salvo CG et al. Promoção De Habilidades Sociais Em Pré-Escolares. Rev Bras Cresc Desenv Hum. 2005; 15(1):46-55.

Bandeira M et al. Validação das Escalas de Habilidades Sociais, Comportamentos Problemáticos e Competência Acadêmica (SSRS-BR) para o Ensino Fundamental. Psic.:Teor. e Pesq. 2009; 25(2):271-282.

Stagnitti K. Play Assesment and play as treatment. In: Carvalho A et al. Brincar(es). 1a ed. Belo Horizonte: Editora UFMG/PROEX; 2009. p.51-60.

Del Prette ZAP & Del Prette A. (1998). Desenvolvimento interpessoal e educação escolar: o enfoque das habilidades sociais. Temas psic. 1998; 6(3):217-229.

AOTA. American Occupational Therapy Association, A. Estrutura da prática da Terapia Ocupacional:domínio & processo - 3ª ed. traduzida. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo. 2015; 26(esp):1-49. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v26iespp1-49.

Costa JD. Alice no país das maravilhas- uma experiência do uso da comunicação alternativa com criança do espectro autista. In: Práticas em terapia ocupacional. Orgs: Gradim LCC, Finarde TN, Carrijo DCM. Barueri, SP. Manole, 2020, pp. 3-228.




DOI: https://doi.org/10.47222/2526-3544.rbto33945

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional - REVISBRATO



Indexado em:

   

           

   Resultado de imagem para REDIB