Mensagens antitabagistas veiculadas nas embalagens de cigarro e a construção de identidade dos fumantes

Amanda Cavalcante de Oliveira Ledo, Renato Lira Pimentel

Resumo


Este estudo objetiva discutir as percepções de fumantes sobre o gênero campanha de conscientização contra o fumo veiculado nas embalagens de cigarro e refletir de que maneira identidades são construídas a partir dessas leituras. Embasamo-nos em Koch e Elias (2006) e Marcuschi (2008) quanto ao conceito de leitura; em Bazerman (2005), sobre gênero; em Dionísio (2005), sobre multimodalidade; e em Woodward (2012) a respeito da construção identitária. Após análise de respostas de fumantes a um questionário, percebeu-se que a identidade ressaltada é de (re)afirmação fumante, aparentemente sem interferências do texto persuasivo da campanha para o fim do hábito.

 

---

DOI: http://dx.doi.org/10.31513/linguistica.2019.v15n2a19370


Palavras-chave


Leitura; Identidade; Gênero textual; Embalagem de cigarro.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31513/linguistica.2019.v15n2a19370

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: