Linguagem e teoria da mente de segunda ordem: investigando estados mentais e cognição social

Thuany Figueiredo

Resumo


Este trabalho trata da relação entre linguagem e Teoria da Mente de segunda ordem. Investigamos a hipótese da centralidade da linguagem para uma Teoria da Mente de segunda ordem. Os objetivos principais foram: (i) avançar na caracterização de um estado mental de segunda ordem; (ii) analisar a interface entre os dois domínios cognitivos. Testamos crianças em período de aquisição de linguagem, de 4 a 7 anos de idade, falantes do português brasileiro. Os resultados aqui reportados acompanham aqueles que têm sido obtidos por pesquisas com o PB e com outras línguas para o nível de segunda ordem.

 

---

DOI: http://dx.doi.org/10.31513/linguistica.2018.v14n3a21298


Palavras-chave


Teoria da Mente; Cognição Social; Aquisição de Linguagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31513/linguistica.2018.v14n3a21298

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: