A aprendizagem distribucional no português brasileiro: um estudo computacional

Pablo Picasso Feliciano de Faria, Giulia Osaka Ohashi

Resumo


Neste artigo, tratamos do problema da aprendizagem de categorias de palavras durante o processo de aquisição. Nossa abordagem é computacional: construímos um modelo baseado em Redington et al. (1998) para investigar a informatividade da informação distribucional para a categorização de palavras. Os dados fornecidos ao aprendiz vêm de dois corpora de fala dirigida à criança em português brasileiro. Especifi camente, os experimentos apresentados aqui avaliam a informatividade de várias janelas contextuais relativas a uma dada palavra-alvo, isto é, quais contextos são mais ou menos informativos sobre a categoria de uma palavra. Nossos resultados mostram que contextos locais são altamente informativos e que a informação distribucional é útil como fonte de informação categorial.

 

---

DOI: http://dx.doi.org/10.31513/linguistica.2018.v14n3a21419


Palavras-chave


aquisição da linguagem; aprendizagem distribucional; categorias de palavras; modelagem computacional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: