O uso da lousa eletrônica no ensino de inglês como segunda língua: em que estágio estamos?

Adelaide P. de Oliveira

Resumo


Este artigo tem por objetivo apresentar uma pesquisa sobre o uso da lousa eletrônica por professores de inglês em um instituto de línguas e a reação dos alunos do Curso de Letras ao serem apresentados a este novo instrumento. Foram entrevistados três professores e duas aulas de cada professor foram observadas. A pesquisa utiliza o modelo conceitual de Gibson para demonstrar que os professores ainda não chegaram ao estágio de transformação do processo de aprendizagem ao usar a lousa. A reação dos alunos do curso de Letras leva-nos a refletir sobre o papel da tecnologia no curso superior.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: