Propriedades funcionais verbais na língua brasileira de sinais

Ione Barbosa de Oliveira Silva, Adriana Stella Cardoso Lessa-de-Oliveira

Resumo


Investigamos os traços funcionais indicadores de tempo e aspecto em Libras, analisando, com base na geometria de traços proposta por Cowper (2003), amostras de fala nessa língua, produzidas por surdos, transcritas via SEL (sistema de escrita para línguas de sinais), versão 2017. Os resultados indicam que tempo em Libras toma como âncora a propriedade da dêixis. Assim, os operadores temporais articulados ocorrem, nessa língua, necessariamente marcando futuro; os outros tempos dividem-se em passado e presente marcados por operadores articulados e passado e presente não-marcados, a depender do aspecto verbal.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: