CURSO DE PEDAGOGIA E ENSINO NORMAL: CURRÍCULOS EM DISPUTA PELA ESCOLA COMO ESPAÇO DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Maria Verônica Rodrigues da Fonseca

Resumo


Fundamentado no referencial teórico-metodológico da História do Currículo, o artigo apresenta resultados da investigação sobre o embate que tem permeado as discussões acerca do curso de Pedagogia no país, expresso na seguinte questão: ele deve constituir-se como um espaço formador de determinadas especialidades ou de docentes? Identificando sua materialização nas legislações educacionais brasileiras produzidas nos anos de 1930/40, em especial naquela que se refere ao currículo escrito do curso e que instituiu essa formação em nível superior no Brasil -- o Decreto-Lei nº. 1.190 de 1939 e o Decreto-Lei nº 8.530 de 1946, que trata da Lei Orgânica do Ensino Normal.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, M. A. & SCHEIBE, L. Formação de profissionais da educação no Brasil: O curso de Pedagogia em questão. Educação e Sociedade. Campinas: n.68, dezembro/1999, pp.220- 238.

ANDREOTTI, A. L. A administração escolar na Era Vargas e no Nacional-

desenvolvimentismo (1930-1940). Revista HISTEDBR on line. Campinas: n. especial, ago/2006, pp. 102-123.

CHAGAS, V. Parecer no252/69 da Comissão Central de revisão dos Currículos, aprovado em 11 de abril de 1969. Estudos pedagógicos superiores. Mínimos de currículo e duração para o curso de graduação em Pedagogia. 1969, pp.101-113.

FERREIRA, M. S. Como investigar a história da pesquisa em ensino de ciências no Brasil? Reflexões teórico-metodológicas. In: NARDI, R. (org.) A pesquisa em Ensino de Ciências no Brasil: alguns recortes. São Paulo: Escrituras, 2007, pp. 451-464.

GOODSON, I. F. A construção social do Currículo. Lisboa: Educa, 1997.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v3i5.1543

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



    


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.