O CINEMA E AS NARRATIVAS DE CRIANÇAS E JOVENS: REFLEXÕES INICIAIS

Adriana Hoffmann Fernandes

Resumo


O artigo apresenta os “achados” da tese da autora que apontam para a complexidade das narrativas na contemporaneidade, mostrando a freqüente relação das crianças com a imagem, colocando-nos frente ao desafio de entender que, hoje, aprender a ler e a narrar inclui também lidar com os modos como se contam, hoje, as histórias audiovisualmente. Propondo-se a dar continuidade aos estudos realizados no período de Doutoramento de 2005-2009 que investigaram, sob a orientação teórico-metodológica dos Estudos Culturais latino-americanos (Canclini, Martim-Barbero, Gomes), a experiência de crianças com as narrativas em diferentes mídias, a nova proposta de pesquisa tem como principal objetivo olhar mais atentamente para um tipo de narrativa sugerido pelas crianças na pesquisa anterior: as narrativas cinematográficas. A pesquisa que se inicia pretende perceber como crianças e jovens constroem seus modos de relação com o cinema e suas produções narrativas em espaços de formação (escola e universidade) que proporcionam dentro de sua formação momentos de convívio com o pensar e produzir com a linguagem audiovisual. Mantendo-se o diálogo com as orientações teóricas anteriores a autora incorpora o diálogo com um novo autor - Alain Bergala - para discutir as relações entre cinema e educação na dimensão da alteridade buscando perceber a relação vivida com o cinema pelas crianças e jovens nos diferentes contextos escolares num entendimento de que a formação ocorre num processo de apropriação criativa das narrativas cinematográficas.


 


Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, Flávio. Literatura, cinema e televisão. IN: PELEGRINI et al. Literatura, cinema e televisão. São Paulo: SENAC; Instituto Itaú Cultural, 2003.

ALMEIDA, Milton José de. Imagens e sons: a nova cultura oral. São Paulo: Cortez, 2001.

BENJAMIN, Walter. O narrador: considerações sobre a obra de Nicolai Leskov. In: BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas I: magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1984.

BERGALA, Alain. A hipótese-cinema. Pequeno tratado de transmissão do cinema dentro e fora da escola. Trad. Mônica Costa Netto, Silvia Pimenta. Rio de Janeiro: Booklink - CINEAD-LISE-FE/UFRJ, 2008.

CANCLINI, Nestor Garcia. Diferentes, desiguais e desconectados: mapas da interculturalidade. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2005.

CANCLINI, Nestor Garcia. Culturas Híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo, EDUSP, 2003.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v5i10.1615

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.