A POESIA EDUCA

Gilmar Leite Ferreira

Resumo


Este artigo faz parte de uma pesquisa realizada (2008) a partir dos questionamentos e dasinquietações que se fundamentaram em buscas de respostas pertinentes sobre a poesia comouma dimensão educativa. As constantes interrogações sobre a relação entre poesia e educaçãogeraram questionamentos sobre a possibilidade de uma educação que emerge do sensível eabre espaços para a construção de um ser humano mais aberto a si mesmo e ao mundo que ocerca. A pesquisa busca a compreensão do entrelaçamento entre poesia e educação, a partir da experiência estética, para construção de um conhecimento que tenha, na poesia, um campo de existência, impulsionando a sensibilidade para um estado de melhor vivência do homemconsigo mesmo e com o mundo em que está inserido. Tendo como aporte teórico a filosofiade Merleau-Ponty como campo de reflexão constante e o método fenomenológico daexperiência vivida do ser no mundo, o artigo tem como objetivo a compreensão de umeducar-se por meio da poesia. Esta, sendo uma abertura dialogada entre o sensível e aeducação, possibilita uma dimensão mais ampla para um conhecimento que se renova sempre,dimensionando a existência humana para a vivência de um logos estético, construindosentidos e elaborando novos significados. Como resultado da pesquisa, foi possível perceber ecompreender, através de reflexões, estudos e depoimentos, que a relação entre corpo e poesia,como esse logos estético, possibilitam uma educação sensível capaz de transformar os sujeitosnela inseridos, renovando-se sempre para novos saberes e novas experiências.

Palavras-chave


Educação; Poesia; Experiência Estética.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTONIO, Severino. A utopia da palavra: Linguagem, Poesia e Educação. Rio de Janeiro: Editora Lucena, 2002.

ARAÚJO, Miguel Almir de. Os sentidos da sensibilidade: sua fruição no sentido de educar. Salvador: EDUFBA, 2008.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Política e Educação. São Paulo: Villa das Letras, 2007.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1999.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v6i12.1646

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.