MODALIDADES DE EDUCAÇÃO E TRABALHO DO PROFESSOR: DO CONTEXTO HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO FORMAL AOS SABERES E PRÁTICAS CONTEMPORÂNEAS DA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL

Deivis Perez

Resumo


Este artigo apresenta o exame e discussão das diferentes modalidades de educação e trabalho do professor caracterizado pela intencionalidade no processo educativo. Foi realizada a revisão crítica da literatura que permitiu circunscrever as modalidades teórico-práticas de educação: educação não intencional e educação intencional, que se desdobra em educação formal e educação não formal. Após, há a descrição do processo histórico que permitiu à educação formal e ao trabalho do docente que atua na escola tornaram-se dominantes. Na sequencia, é apresentado o debate em torno da delimitação de educação não formal e das possibilidades de ação dos professores desta área contemporaneamente.

Palavras-chave


trabalho do professor, história da educação; modalidades de educação.

Texto completo:

PDF

Referências


ARIÉS, Philippe. História social da criança e da família. Tradução de Dora Flaksman. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1978.

BRANDÃO. Carlos Rodrigues. O que é educação. 33. ed. São Paulo: Brasiliense, 1995.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Classificação Brasileira de Ocupações / CBO. Distrito Federal, 2002. Disponível em: http://www.mtecbo.gov.br/. Acesso em: 20 de outubro de 2012.

CAMBI, Franco. História da Pedagogia. Tradução de Alvaro Lorencini, São Paulo: editora UNESP, 1999.

COMENIUS, João Amos. Didática Magna [1657]. 3. Ed. Tradução de Ivone Castilho Benedetti. São Paulo: Martins Fontes, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.20500/rce.v8i16.1706

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.