Nos/dos/com cotidianos da alfabetização de nativos digitais

Julio César da Silva de Alvarenga, Márcia Moreira Araújo, Naiara Nobre dos Santos Nobre

Resumo


O presente artigo vem afirmar as inúmeras possibilidades de afetar a cognição a partir das ferramentas tecnológicas digitais como facilitadoras da aquisição da escrita significativa, considerando o contexto em que se inserem os nativos digitais. Utiliza-se como fundamentação teórica os estudos sobre os nativos digitais sobre a alfabetização autônoma e significativa, e uma pesquisa-ação de um caso de experiência exitosa do uso das ferramentas tecnológicas na alfabetização. Este trabalho vem trazer uma nova perspectiva de aquisição da escrita, que exige do professor imigrante digital a inserção e adaptação da sua prática docente no cotidiano do aluno.


Palavras-chave


Alfabetização, Tecnologia e educação, Cotidiano escolar

Texto completo:

PDF

Referências


CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização & Linguística. São Paulo: Scipione, 2009.

FERRAÇO, Carlos Eduardo. A Pesquisa em Educação no/do/com o Cotidiano das Escolas. In: FERRAÇO, Carlos Eduardo; PEREZ, Carmen Lúcia Vidal; OLIVEIRA, Inês Barbosa de. (Orgs.). Aprendizagens cotidianas com a pesquisa: novas reflexões em pesquisa nos/dos/com os cotidianos das escolas. Petrópolis: DP et Alii, 2008. p. 23-34.

__________. Pesquisa com o cotidiano. Educ. Soc., Campinas, v. 28, n. 98, p. 73-95, jan./abr. 2007.

FERREIRO, Emília. Alfabetização em processo. Tradução de Sara Cunha Lima e Marisa do Nascimento Paro. 15 ed. São Paulo: Cortez, 2004.

__________. Cultura Escrita e educação: conversas de Emilia Ferreiro com José Antonio Castorina, Daniel Goldin e Rosa María Torres. Tradução de Ernani Rosa. Porto Alegre: ARTMED Editora, 2001.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. 23 ed. São Paulo: Cortez, 1989.

__________. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

LEMOS, André. Cibercultura: tecnologia e vida social na cultura contemporânea. 4 ed. Porto Alegre: Sulina, 2008.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. Trad. Carlos Irineu Costa. São Paulo: Ed. 34, 1999.

MORAN, José Manuel. Conhecimento local e conhecimento universal: diversidade, mídias e tecnologias na educação. Os novos espaços de atuação do educador com as tecnologias, v. 2, Curitiba, Champagnat, p. 245-253, 2004. Disponível em: . Acesso em: 08 mar. 2018.

__________. A Educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. A integração das tecnologias na educação. 5 ed. Campinas: Papirus, 2013.

__________. Novas tecnologias e mediação pedagógica. In: MORAN, José Manuel, MASETTO, Marcos T.; BEHRENS, Marilda Aparecida. Mudar a forma de ensinar e de aprender. 16 ed. Campinas, SP: Papirus, 2009.

MORAN, José Manuel. O abismo que nos separa das crianças e como diminuí-lo. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2018.

NOVOA, António. Os professores na virada do milênio do excesso de discursos à pobreza das práticas. Educ. Pesqui. São Paulo, v. 25, n. 1, p. 11 a 20 de junho de 1999. Disponível em . Acesso em: 14 de fev. de 2018.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS - ONU. A Convenção sobre os Direitos das Crianças. 1989. Disponível em:

Acessado em 08 de março 2018.

PALFREY, John; GASSER, Urs. Nascidos na era digital: entendendo a primeira geração de nativos digitais. Porto Alegre: Grupo A, 2011.

PRENSKY, Marc. Digital Natives, Digital Immigrants. MCB University Press, 2001. Disponível em:

. Acesso em: 22 out. 2017.

VALENTE, José Armando. Computadores e Conhecimento: repensando a educação. Por que o computador na educação? Campinas: UNICAMP/NIED, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.20500/rce.v13i27.17537

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.