Tramas instituintes do estágio supervisionado curricular no Espírito Santo

Vilmar Jose Borges, Regina Celi Frechiani Bitte

Resumo


O presente artigo é parte integrante do nosso projeto de pesquisa intitulado “Memórias do Estágio Supervisionado Curricular nas Licenciaturas em Ciências Humanas da UFES: O Instituinte e o Instituído”, que tem sua gênese em nossa própria forma(atua)ação docente. Objetivamos nesse artigo fazer um resgate histórico da institucionalização dos cursos de formação docente no Espírito Santo, abordando desde a criação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras até os dias atuais. E, ainda, envolver e entrelaçar, nessa tessitura, os fios da legislação educacional brasileira, no que tange à formação docente, especificamente à Prática de Ensino e ao Estágio Supervisionado Curricular. Nosso intuito será o de destacar rupturas, permanências e desafios postos pelos “instituintes” na formação de professores da Universidade Federal do Espírito Santo – UFES.

Palavras-chave


Estágio Curricular Supervisionado, História da formação docente, legislação educacional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v13i27.17581

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.