Formação de professores em educação física e avaliação: saberes teóricos/práticos

Wagner dos Santos, Ronildo Stieg, Mathews Costa Oliveira, Aline de Oliveira Vieira, Juliana Martins Cassani, Amarílio Ferreira Neto

Resumo


O presente artigo analisa o papel da formação de professores em Educação Física na constituição de corpus de saberes teóricos e práticos que fundamentam o ensino da avaliação em disciplinas específicas sobre o tema de sete universidades federais brasileiras. De natureza qualitativa e exploratória, possui a entrevista de grupo como instrumento para a produção de dados. A análise das fontes constituídas
por narrativas de 45 estudantes indicou: insuficiência de debates sobre práticas avaliativas; necessidade de experiências práticas com a avaliação; e a importância dos programas extracurriculares na formação inicial, com o intuito de produzir conhecimentos que ofereçam as bases para o futuro exercício da docência.


Palavras-chave


Avaliação da aprendizagem; Educação física; Formação de professores.

Texto completo:

PDF

Referências


ATIENZA, R. et al. La percepción del alumnado universitário de educación física sobre la evaluación formativa: vantajas, dificultades y satisfacción. Movimento, Porto Alegre, v. 22, n. 4, p. 1033-48, out./dez. 2016. https://doi.org/10.22456/1982-8918.59732

BAUER, M. W.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto: imagem e som, um ma¬nual prático. 10. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

CAPPELLETTI, I. F. Os conflitos na relação avaliação e qualidade da educação. Educar em Revista, Curitiba, n. esp. 1, p. 93-107, 2014. https://doi.org/10.1590/0104-4060.41464

Certeau, M. A invenção do cotidiano: artes de fazer. 8. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

CHARLOT, B. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre, RS: Artes Médicas Sul, 2000.

DALBEN, A. I. L. F. Avaliação escolar: um processo de reflexão da prática docente e da formação do professor no trabalho. 1998. 267 f. Tese (Doutorado em Educação) — Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, 1998.

FERNANDES, D. Para uma teoria da avaliação no domínio das aprendizagens. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 19, n. 41, p. 347-72, set./dez. 2008.

FROSSARD, M. L. Avaliação educacional em educação física: um mapa da produção aca¬dêmica de 1930-2014. 2015. 122 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) — Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, 2015.

FROSSARD, M. L. et al. Apropriações das práticas avaliativas para o exercício da do¬cência de estudantes de licenciatura em educação física. Journal of Physical Education, Maringá, v. 29, n. 1, p. 1-13, 2018. https://doi.org/10.4025/jphyseduc.v29i1.2970

GINZBURG, C. Mitos, emblemas e sinais: morfologia e história. São Paulo, SP: Compa¬nhia das Letras, 1989.

GORINI, M. A. G.; SOUZA, N. A. Avaliação da aprendizagem: a construção de uma proposta em educação física. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 18, n. 36, p. 181-93, jan./abr. 2007. https://doi.org/10.18222/eae183620072106

HADJI, C. Avaliação desmistificada. Porto Alegre, RS: Artmed, 2001.

HOFFMANN, J. Avaliar para promover: as setas do caminho. Porto Alegre, RS: Me¬diação, 2001.

HOFFMANN, J. O jogo do contrário em avaliação. Porto Alegre, RS: Mediação, 2005.

LUIZ, I. C. et al. Práticas de apropriação dos professores de educação física nas formações continuadas: trilhando a produção de sentidos. Motrivivência, Florianópolis, v. 26, n. 43, p. 70-88, dez. 2014. https://doi.org/10.5007/2175-8042.2014v26n43p70

LUIZ, I. C. et al. Narrativas de formação continuada: sentidos produzidos por professores de educação física. Motrivivência, Florianópolis, v. 27, n. 44, p. 93-108, maio 2015. https://doi.org/10.5007/2175-8042.2015v27n44p93

MENDES, E. H.; NASCIMENTO, J. V.; MENDES, J. C. Metamorfoses na avaliação em educação física: da formação inicial à prática pedagógica escolar. Movimento, Porto Alegre, v. 13, n. 1, p.13-37, jan./abr. 2007. https://doi.org/10.22456/1982-8918.3546

NÓVOA, A. Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

NÓVOA, A. Formação de professores e trabalho pedagógico. Lisboa: Educa, 2004.

NÓVOA, A. Professores imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

PAULA, S. C. et al. Avaliação da educação física na educação básica: diálogos com alu¬nos de sete universidades federais. Journal of Physical Education, Maringá, v. 29, n. 1, p. 1-14. 2018. https://doi.org/10.4025/jphyseduc.v29i1.2957

POLTRONIERI, H.; CALDERON, A. I. Avaliação da aprendizagem na educação superior: a produção científica da revista estudos em avaliação educacional em questão. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas, v. 20, n. 2, p. 467-87, jul. 2015. https://doi.org/10.590/S1414-40772015000200010

SANTOS. W. Avaliação na educação física: diálogos com a formação inicial do Brasil, Colômbia, Uruguai e Espanha. Curitiba, PR: Appris, 2018.

SANTOS, W.; MAXIMIANO, F. L. Memórias discentes em educação física na educação básica: práticas avaliativas. Movimento, Porto Alegre, v. 19, n. 2, p. 79-101, abr./jun. 2013. https://doi.org/10.22456/1982-8918.31062

SANTOS, W.; MAXIMIANO, F. L.; FROSSARD, M. L. Narrativas docentes sobre avaliação do ensino-aprendizagem: da formação inicial ao contexto de atua-ção profissional. Movimento, Porto Alegre, v. 22, n. 3, p. 739-52, jul./set. 2016. https://doi.org/10.22456/1982-8918.59308

SANTOS, W. et. al. Significance of assessment experiences during initial teacher training in physical education. Motriz: Revista de Educação Física, Rio Claro, v. 22, n. 1, p. 62-71, jan./mar. 2016. https://doi.org/10.1590/S1980-6574201600010009

STIEG, R. Formação inicial em educação física nas universidades federais brasileiras: funda¬mentos teóricos das disciplinas de avaliação e práticas de leitura. 2016. 140 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) — Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, 2016.

STIEG, R. et al. Avaliação educacional nos cursos de licenciatura em educação física nas IES brasileiras: uma análise das disciplinas específicas. Currículo Sem Fronteiras, v. 18, n. 2, p. 639-67, maio/ago. 2018.

VENTORIM, S. et al. Estágio supervisionado I. Vitória, ES: Universidade Federal do Espirito Santo, 2011.

VILLAS BOAS, B. M. F. Avaliação no trabalho pedagógico universitário. In: CASTANHO S.; CASTANHO, M. E. L. M. (Org.). O que há de novo na educação superior: do projeto pedagógico à prática transformadora. Campinas, SP: Papirus, 2000.

VILLAS BOAS, B. M. F. Portfólio: avaliação e trabalho pedagógico. Campinas, SP: Papirus, 2004.

WAISELFISZ, J. Avaliação participativa. Idéias, São Paulo, n. 8, p. 59-66, 1998.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v14i29.19243

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.