A INVESTIGAÇÃO E A DOCUMENTAÇÃO: ESTRATÉGIAS DE ENSINO FAVORECEDORAS DO PROTAGONISMO INFANTIL

Mariângela Costa Schneider, Jacqueline Silva da Silva, Rogério José Schuck

Resumo


Apresenta-se como o Protagonismo Infantil foi favorecido por uma Professora da Educação Infantil através das Estratégias de Ensino da Investigação e da Documentação. Participaram desta pesquisa, uma Professora e sua turma de crianças de 4 a 5 anos, de umaEscola de Educação Infantil da rede de ensino público municipal de Lajeado/RS. A pesquisa seguiu a abordagem qualitativa, a coleta de dados se deu através de observações participantes, entrevistas, fotografias, filmagens. A análise dos dados nos permitiram perceber que estas Estratégias de Ensino favoreceram o Protagonismo Infantil, dando maior significado ao trabalho desenvolvido pela Professora junto às crianças.


Palavras-chave


Educação Infantil. Documentação. Investigação

Texto completo:

PDF

Referências


ACHUTTI, E.R. Fotoetnografia da Biblioteca Jardim. Porto Alegre. Editora: UFRGS, 2004.

BARBIER, René. A pesquisa-ação. Brasília: Liber Livro Editora, 2004.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2012.

BECKER, Howard S. Métodos de pesquisas em ciências sociais. 4. ed. São Paulo: Hucitec, 1999.

BIKLEN, S. K.; BOGDAN, R. C. Investigação qualitativa em Educação. Portugal: Porto Editora, 1994.

EDWARDS, Carolyn. As Cem Linguagens da Criança: A abordagem de Reggio Emília na Educação da Primeira Infância. Porto Alegre: Artmed, 1999.

GENZ GAULKE, Alvine. A relação professor-aluno-conhecimento na educação Infantil: Princípios, práticas e reflexões sobre Protagonismo Compartilhado. Dissertação (Mestrado) Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós Graduação em Educação. Porto Alegre: 2013.

HORN, Cláudia Inês; SILVA, Jacqueline Silva da. Experiência e documentação: é possível articular estes conceitos? Revista Reflexão e Ação. Santa Cruz do Sul, v. 19, n2. jul./dez. 2011. 136-145. Disponível em: //online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/viewFile/2369/1899, acesso em 21/05/2015

MALAGUZZI, Loris. Histórias, Idéias e Filosofia Básica. In: EDWARDS, Carolyn. As Cem Linguagens da Criança: A abordagem de Reggio Emília na Educação da Primeira Infância. Porto Alegre: Artmed, 1999. 59-104.

RINALDI, Carla. Diálogos com Reggio Emília: Escutar, investigar e aprender. São Paulo: Paz e Terra, 2012.

_______, Carlina. O Currículo Emergente e o Construtivismo Social. IN: EDWARDS, Carolyn. As Cem Linguagens da Criança: A abordagem de Reggio Emília na Educação da Primeira Infância/Carolyn Edwards, Lella Gandini, George Forman; tradução Dayse Batista. -- Porto Alegre: Artmed, 1999. 113-122.

SILVA, Jacqueline Silva da. O planejamento no Enfoque Emergente: uma experiência no 1º Ano do Ensino Fundamental de Nove Anos. Tese (doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Porto Alegre/RS: 2011.

SCHNEIDER, Mariângela Costa. O Protagonismo Infantil e as Estratégias de Ensino que o favorecem em uma turma da Educação Infantil. Dissertação (Mestrado). Centro Universitário UNIVATES. Lajeado/RS: 2015.

SPINK, Mary J. P. A ética na pesquisa social: da perspectiva prescritiva à interanimação dialógica. EDIPUCRS. Revista semestral da faculdade de Psicologia. PUCRS. Porto Alegre, vol. 31, número 1, Janeiro/Julho. 2000. 7 -22.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. 13.ed. São Paulo: Cortez, 2004.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

TROIS, Loide P. O privilégio de estar com as crianças: as vozes e a participação infantil na elaboração curricular. Projeto de qualificação de doutorado. UFRGS, 2009.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v11i21.2290

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.