Uso das novas tecnologias para a produção textual do gênero fotopoema em inglês

Alessandra Dutra, Givan José Ferreira dos Santos, Luciana Idalgo da Silva

Resumo


Este estudo apresenta e discute resultados da aplicação de um produto educacional, elaborado em um Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza, no que se refere à produção textual em Inglês, a partir do gênero fotopoema, com o uso da rede social Facebook. A investigação caracteriza-se, basicamente, como pesquisa de campo, descritiva, bibliográfica e analítica. Como resultados, foi possível desenvolver em uma turma de alunos do 1º ano do Ensino Médio a habilidade de Writing por meio do gênero fotopoema e divulgar os trabalhos em uma página da rede social Facebook e os alunos se sentiram mais motivados a realizar atividades de Writing na aula de Língua Inglesa.


Palavras-chave


Novas Tecnologias, Ensino, Língua Inglesa

Texto completo:

PDF

Referências


ALLEGRETTE, S. M. M. et al. Aprendizagem nas redes sociais virtuais: o potencial da conectividade em dois cenários. Cet: Revista Contemporaneidade Educação e Tecnologia, São Paulo, v. 1, n. 2, p. 53-60, abr. 2012.

ALVES, T. P.; ARAÚJO, R. O moodle e o facebook como espaços pedagógicos: percepções discentes acerca da utilização destes ambientes. Em Teia: Revista de Educação Matemática e Tecnológica Iberoamericana, v. 4, n. 2, p. 1-16, 2013.

ARAÚJO, J.; LEFFA, V. Redes sociais e ensino de línguas: o que temos de aprender? São Paulo, SP: Parábola, 2016.

CAMARGO, I. A. Reflexões sobre o pensamento fotográfico. Londrina, PR: Universidade Estadual de Londrina, 1999.

COPE, B.; KALANTZIS, M. Multiliteracies: literacy learning and the design of social futures. London: Routledge, 2000.

DAL MOLIN, B. H. Do tear à tela: uma tessitura de linguagens e sentidos para o processo de aprendência. 2003. Tese (Doutorado em Engenharia da Produção, Área de Concentração em Mídia e Conhecimento) — Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2003.

FINARDI, K. R.; PREBIANCA, G. V.; MOMM, C. F. Tecnologia na educação: o caso da internet e do inglês como linguagens de inclusão. Cadernos do IL, Porto Alegre, n. 46, p. 193-208, jun. 2013. https://doi.org/10.22456/2236-6385.35931

FLUSSER, V. Filosofia da caixa preta. São Paulo, SP: Hicitec, 1985.

GARCEZ, L. H. C. Técnica de redação: o que é preciso saber para bem escrever. 2. ed. São Paulo, SP: Martins Fontes, 2004.

GRADDOL, D. English next: why global english may mean the end of “english as a foreign language”. London: British Council, 2006. Disponível em: . Acesso em: 18 maio 2016.

KOCH, I. G. V.; ELIAS, V. M. Ler e escrever: estratégias de produção textual. 2. ed. São Paulo, SP: Contexto, 2012.

MORAN, J. M. Ensino e aprendizagem inovadores com tecnologias audiovisuais e telemáticas. In: MORAN, J. M.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 19. ed. Campinas, SP: Papirus, 2000. p. 11-6.PHILLIPS, L. F.; BAIRD, D.; FOGG, B. J. Facebook para educadores. Facebook in Education, 2012. Disponível em: . Acesso em: 2 jun. 2016.

RABELLO, C. R. L.; HAGUENAUER, C. Sites de redes sociais e aprendizagem: potencialidades e limitações. Portal EducaOnline, Rio de Janeiro, v. 5, n. 3, p. 19-43, set./dez. 2011.

RODELLA, C. A. A intencionalidade da Imagem fotográfica poética e da imagem fotográfica no Jornalismo. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS DA IMAGEM, 2, 2009, Londrina. Anais… Londrina: Universidade Estadual de Londrina, 2009.

SANTOS, G. J. F. Elementos de argumentação na produção de gêneros textuais no ensino médio. 2013. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) — Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, 2013.

VENTROMILLE-CASTRO, R.; FERREIRA, K. S. Redes sociais na formação de professores de línguas. In: ARAÚJO, J.; LEFFA, V. (Orgs.). Redes sociais e ensino de línguas: o que temos de aprender? São Paulo, SP: Parábola, 2016.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v14i30.24346

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.