Qualidade e equidade na gestão democrática da escola pública brasileira

João Carlos Gino

Resumo


O objetivo central deste artigo é analisar o lugar estratégico da qualidade e da equidade no processo de democratização da gestão da escola pública brasileira. A metodologia da pesquisa apropriou-se dos instrumentos da análise documental, análise de dados e a revisão bibliográfica. Os referenciais teóricos foram Lück (2011; 2013), Bolívar (2017), Leithwood (2009), Dubet (2004), Soares (2002; 2007) e Sammons (2008). Os resultados do estudo apontaram para o avanço da legislação educacional brasileira no tocante à gestão democrática, os desafios dos sistemas públicos de ensino em transformar o acesso à escola em aprendizagem dos alunos, e o papel do diretor escolar em liderar o processo de democratização da gestão da escola e da garantia de uma educação com qualidade e equidade.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v14i31.29997

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.