O processo de seleção de alternativas para a gestão educacional

Renata Cecilia Estormovski

Resumo


O estudo analisa os modelos charter e Inova BH a partir das falas à imprensa de representantes do Poder Executivo do Rio Grande do Sul, que as elencam como alternativas para a gestão das escolas da rede. Partindo de um referencial teórico que discute o conceito de política pública, sua abordagem sequencial e, dentro desse movimento, especifica a formulação de alternativas, realiza-se uma análise de conteúdo, buscando compreender – com base no materialismo histórico-dialético –, como as conotações ideológicas das propostas colocam-nas em destaque diante de outras possíveis políticas. O caráter dinâmico e os interesses que norteiam as tomadas de decisão nas ações estatais se salientam, apontando como as opções indicadas se constituem em relação com o contexto neoliberal e trazem implicações para o fortalecimento da gestão democrática nas escolas públicas.


Palavras-chave


Análise de políticas públicas. Abordagem sequencial. Gestão escolar.

Texto completo:

PDF

Referências


BALL, Stephen J. Sociologia das políticas educacionais e pesquisa crítico-social: uma revisão pessoal das políticas educacionais e da pesquisa em política educacional. In: BALL, Stephen J.; MAINARDES, Jefferson (Orgs). Políticas Educacionais: questões e dilemas. São Paulo: Cortez Editora, 2011.

CLARKE, John; NEWMAN, Janet. Gerencialismo. Educação e realidade, Porto Alegre, v. 37, n. 2, p. 353-381, mai./ago. 2012. Disponível em: . Acesso em 22 jul. 2019.

FARENZENA, Nalú; LUCE, Maria Beatriz. Políticas Públicas de Educação no Brasil: reconfigurações. In: MADEIRA, Ligia Mori. Avaliação de Políticas Públicas. Porto Alegre: UFRGS/CEGOV, 2014, p. 195-215. Disponível em: . Acesso em 14 jul. 2019.

FREY, Klaus. Políticas públicas: um debate conceitual e reflexões referentes à prática da análise de políticas públicas no Brasil. Planejamento e Políticas Públicas. Brasília, IPEA, n. 21, p. 211-259, jun. 2000.

GIDDENS, Anthony. A terceira via: reflexões sobre o impasse político atual e o futuro da social-democracia. Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 1999.

HARVEY, David. A produção capitalista do espaço. São Paulo: Annablume, 2005.

HÖFLING, Eloisa de Mattos. Estado e políticas (públicas) sociais. Caderno CEDES. 2001, vol.21, n.55, p.30-41. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v21n55/5539.pdf>. Acesso em 14 jul. 2019.

JAIME, Fernando Martín et al. Introducción al análisis de políticas públicas. Buenos Aires: Ed. Florencio Varela - Universidad Nacional Arturo Jauretche, 2013.

KINGDON, John. Juntando as coisas. In: SARAVIA, Enrique; FERRAREZI, Elisabete. Políticas Públicas: coletânea, v. 1. Brasília: ENAP, p. 225-245, 2006.

MESZAROS, István. Para Além do capital. São Paulo, Boitempo, 2002.

MÜLLER, Pierre. Les politiques publiques. Paris, PUF, 2006.

OSZLAK, Oscar; O’DONNELL, Guillermo. Estado y políticas estatales em

América Latina: hacia una estrategia de investigación. Redes, Argentina, v. 2, n. 4, p. 99-128, 1995. Disponível em: < http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=90711285004>. Acesso em: 14 jul. 2019.

PERONI, Vera Maria Vidal. As relações entre o público e o privado nas políticas educacionais no contexto da terceira via. Currículo sem Fronteiras, v. 13, n. 2, p. 234-255, maio/ago. 2013. Disponível em: . Acesso em 23 jul. 2018.

THOENIG, Jean-Claude. Politique publique. In : BOUSSAGUET, Laurie; JACQUOT, Sophie e RAVINET, Pauline. Dictionnaire des politiques publiques. Paris: Sciences Po – Les Presses, p. 328-335, 2006.

VIEIRA, Evaldo. Os direitos e a política social. São Paulo: Cortez Editora, 2 ed., 2004.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v15i32.31428

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.