O PROTAGONISMO DE TRÊS MULHERES NA DIFUSÃO DOS JARDINS DE INFÂNCIA NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX

Vinicius Monção

Resumo


Este artigo tem como objetivo discorrer sobre a participação de mulheres no interior do movimento kindergartiano estadunidense que atuavam na divulgação e implementação dos jardins de infância, na segunda metade do século XIX. Para tal investimos análise na coletânea Papers of Froebel's Kindergarten, with suggestions on principles and methods of child culture on different countries (1881), onde identificamos a presença de mulheres. Como esteio teórico-metodológico para o tratamento das fontes nos aproximarmos do campo da história da educação, da história social, história de mulheres e das relações de gênero. Como resultado, consideramos a existência de uma cultura kindergartiana produzida pelo movimento froebeliano ao qual as mulheres possuíam centralidade.

Palavras-chave


história da educação, mulheres, jardim de infância

Texto completo:

PDF

Referências


Referências bibliográficas

ALLEN, Ann Taylor. American and german women in the Kindergarten movement (1850-1914). In: GEITZ, Henry, HEIDEKING, Jürgen, HERBST, Jurgen (Orgs). German influences on education in the United States to 1917. Cambrige: Press Sydicate of the University of Cambridge, 1995.

ALMEIDA, Jane Soares de. Mulher e educação: a paixão pelo possível. São Paulo: Editora UNESP, 1998.

ARCE, Alessandra. Friedrich Fröebel: o pedagogo dos jardins de infaÌ‚ncia. PetroÌpolis: Ed. Vozes, 2002.

BARNARD, Henry. Papers on Froebel's Kindergarten with suggestion on principles and methods of child culture. Hartford: Office of Barnard`s American Journal of Education, 1881.

BASTOS, Maria Helena Câmara. Jardim de crianças: o pioneirismo do Dr. Menezes Vieira (1875-1887). IN: MONARCHA, Carlos (org.). Educação da infância brasileira (1875-1983). Campinas: Autores Associados. 2001, p. 31-80.

BEAUVOIR, Simone de. O segundo sexo: fatos e mitos. São Paulo: Difusão europeia do livro, 1970.

BLOW, Susan. Some aspects of the Kindergarten. IN: BARNARD, Henry (Org.). Papers on Froebel's Kindergarten with suggestion on principles and methods of child culture. Hartford: Office of Barnard`s American Journal of Education, 1881.

CANTOR, Patrícia. Elizabeth Peabody. America's Kindergarten Pioneer. Young children. Maio, 2013.

CASTANHA, André Paulo. O processo de feminização do magistério no Brasil do século 19: coeducação ou escolas mistas. Revista História da Educação Online, v. 19, n. 47, set/dez., 2015, p. 197-212.

CHAMON, Carla Simone. Maria Guilhermina Loureiro de Andrade: A trajetoÌria profissional de uma educadora (1864-1914). Belo Horizonte, MG: UFMG, 2005, 373f. Tese (Doutorado em Educação), Universidade Federal de Minas Gerais.

CHAMON, Carla Simone. A trajetoÌria profissional de uma educadora: Maria Guilhermina e a pedagogia norte-americana. Revista HistoÌria da Educação. v. 12. n. 24. Jan/abr. 2008, p. 73-99. DisponiÌvel em: . Acesso: 10/06/2014.

CHAMON, Carla Simone. Paraíso das crianças: o kindergarten nos Estados Unidos entre meados do século 19 e início do 20. Revista HistoÌria da Educação online. v. 20, n. 48, jan/abr, 2016, p. 15-33.

DHELI, Kari. Women and early kindergartens in North America: uses and limitations of post-structuralism for feminist history. Curriculum studies, n. 1, 1993, p. 11-33.

DURÃES, Sarah Jane Alves. Aprendendo a ser professor(a) no seÌculo XIX: algumas influências de Pestalozzi, Fröebel e Herbart. Educação e Pesquisa. v. 37. n. 3. 2011, p. 465-480.

GONDRA, José Gonçalves; SCHUELER, Alessandra. Educação, poder e sociedade no Império Brasileiro. São Paulo: Ed. Cortez, 2008.

HARNER, June. Escolas mistas, escolas normais: a coeducação e a feminização do magistério no século XIX. Estudos Feministas, n. 19, maio/ago, 2011, p. 467-474.

HOBSBAWN, Eric. A era das revoluções (1789-1848). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2009.

JULIA, Dominique. A cultura escolar como objeto histoÌrico. Revista Brasileira de HistoÌria da Educação. n. 1. 2001, p. 9-43.

KRAUS-BOELTÉ, Maria. Reminiscense of Kindergarten work. IN: BARNARD, Henry (Org.). Papers on Froebel's Kindergarten with suggestion on principles and methods of child culture. Hartford: Office of Barnard`s American Journal of Education. 1881.

KULHMANN JUNIOR, MoyseÌs. O Jardim de InfaÌ‚ncia e a Educação das crianças pobres: final do seÌculo XIX, iniÌcio do seÌculo XX. IN: MONARCHA, Carlos (org.). Educação da infaÌ‚ncia brasileira (1875-1983). Campinas: Autores Associados. 2001, p. 3-30.

LEARNING at play. The Kindergarten and its place in the school system. New-York Daily Tribune. Nova York, n. 22.210, p. 10 (III parte), 7 de setembro de 1907.

LUC, Jean-Nöel. A difusão dos modelos de preÌ-escolarização na Europa na primeira metade do seÌculo XIX. HistoÌria da Educação. v. 9, 1995, p. 95-111.

MARTEL, Carol. Manning, Elizabeth Adelaide. IN: OLSON, James; SHARDLE, Robert (Orgs). Historical dictionary of the British empire (K-Z). Westport: Greenwood Press, 1996.

MME. Krau's life work. A pupilo of Mme. Froebel she has been engaged in Kindergartening for forty years. The New York Times, p. 20 (II parte), 3 de junho de 1900.

MONÇÃO, Vinicius. Viajar para aprender. Maria Guilhermina Loureiro de Andrade e sua viagem à cidade de Nova York (1883-1887. IN: X Seminário Nacional do HISTEDBR: 30 anos do HISTEDBR (1986-2016). Contribuições para a História e Historiografia da Educação Brasileira, 2016, Campinas. Anais do X Seminário Nacional do HISTEDBR: 30 anos do HISTEDBR (1986-2016). Contribuições para a História e Historiografia da Educação Brasileira. Campinas, 2016, p. 1-19.

MRS. Maria Kraus-Boelté. The New York Times, p. 21 (I parte), 3 de novembro de 1918.

PEABODY, Elizabeth. Development of the Kindergarten. IN: BARNARD, Henry (Org.). Papers on Froebel's Kindergarten with suggestion on principles and methods of child culture. Hartford: Office of Barnard`s American Journal of Education, 1881.

RECEPTION for Mrs. Kraus-Boelté. Forty years of Kindergarten work celebrated by alunae. New-York Daily Tribune. Nova York, n. 19.551, p. 6 (II parte), 27 de maio de 1900.

SHEPLEY, Carol Ferring. Women in History: Susan Blow, founder of U.S. Kindergartens, 2011, s/p. Disponível em:

>. Acesso em 21/06/2014.

SHORT, Verl M. A modern history of early childhood education in the United States. SMITH, Paula W., SHORT, Verl M. (Orgs). In time… readings in early childhood education. New York: Mss Information Corporation, 1973, p. 10 -- 19.

SOUZA, Josefa Eliana. A Instrução Pública Brasileira nos panfletos de Tavares Bastos (1861-1873). Revista HISTEDBR [online]. n.37, março de 2010, p. 220-237.

RAGO, Margareth. A aventura de contar-se: feminismos, escrita de si e invenções de subjetividade. Campinas: Editora Unicamp, 2013.

TEIXEIRA, Giselle Baptista. A imprensa pedagógica no Rio de Janeiro: os jornais e as revistas como agentes construtores da escola (1870-1919). Niterói, RJ: UFF, 2016, 350f. Tese (Doutorado em Educação), Universidade Federal Fluminense.

THOMPSON, Edward Palmer. Costumes em comum: estudos sobre a cultura popular e tradicional. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

UNITED of Education. To secure this kindergartners, teachers and parentes should confer says Mrs. Kraus-Boelté. New-York Daily Tribune. Nova York, n. 19.769, p. 5 (I parte), 31 de dezembro de 1900.

VELHO, Gilberto. Projeto e metamorfose. Rio de Janeiro: Zahar, 1994.

WALTER, Lous. Bertha von Marenholtz-Bülow and the Kindergarten. IN: BARNARD, Henry (Org.). Papers on Froebel's Kindergarten with suggestion on principles and methods of child culture. Hartford: Office of Barnard`s American Journal of Education, 1881.

WARDE, Mirian Jorge. Periodismo educacional: Estados Unidos, do século 19 às primeiras décadas do século 20. Revista História da Educação online. V. 20, n. 48, jan./abr., 2016, p. 95-120.

WINTHER, Ferdinand. Diesterweg's Wegweiser. IN: BARNARD, Henry (Org.). Papers on Froebel's Kindergarten with suggestion on principles and methods of child culture. Hartford: Office of Barnard`s American Journal of Education, 1881.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v12i25.9317

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.