AVALIAÇÃO DO PIBID NO SUBPROJETO CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UNESP ASSIS

Felipe Pinto Simão, Raquel Lazzari Leite Barbosa

Resumo


A pesquisa objetivou verificar de que modo o PIBID - Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência --, no subprojeto Ciências Biológicas da UNESP Assis, contribuiu para a formação de professores iniciantes e com o desenvolvimento dos alunos das escolas públicas participantes. A coleta de dados contou com levantamento bibliográfico, questionários e entrevistas. Os dados permitem concluir que o PIBID vem contribuindo com a formação de novos professores por incentivar ações práticas que ocorrem durante os estágios nas escolas, além de aproximar os bolsistas do cotidiano escolar, do pensamento crítico-reflexivo, das práticas formativas e da compreensão do campo educacional.


Palavras-chave


Formação de Professores; PIBID; Formação Inicial

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, Mayra Prates et al. Memorial de formação escrito no decorrer da prática docente: aprendizagens sobre Alfabetização e letramento. Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília , v. 95, n. 239, Abr. 2014. Disponível em . Acesso em: 07 abr. 2017.

ALVES, Mariana Gaio. A Inserção profissional de diplomados de ensino superior numa perspectiva educativa: o caso da faculdade de ciências e tecnologia. 2003. Dissertação apresentada para obtenção do grau de Doutor em Ciências da Educação (Especialidade de Educação e Desenvolvimento), pela Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa: Lisboa, 2003. Disponível em . Acesso em: 07 abr. 2017.

ANDRE, Marli. Políticas de apoio aos docentes em Estados e municípios brasileiros: dilemas na formação de professores. Educ. rev., Curitiba, n.50, p.35-49, Dez. 2013. Disponível em . Acesso em: 07 abr. 2017.

ANDRE, Marli. Políticas e programas de apoio aos professores iniciantes no Brasil. Cad. Pesqui., São Paulo, v. 42, n. 145, p. 112-129 Abr. 2012. Disponível em . Acesso em: 07 abri 2017.

BRASIL. Decreto Nº 7.219, de 24 DE junho DE 2010. Dispõe sobre o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID e dá outras providências.

SIMPÓSIO NACIONAL DA EDUCAÇÃO, I, 2008. Cascavel-PR

BORSSOI, Berenice Lurdes. O estágio na formação docente: da teoria à prática, ação-reflexão. SIMPÓSIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO; SEMANA DA PEDAGOGIA, v. 20, 2008.

______. Caderno do professor (diversas disciplinas). São Paulo: IMESP, 2009.

______. Caderno do aluno (diversas disciplinas). São Paulo: IMESP, 2010.

Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior

COMISSÃO DE APERFEIÇOAMENTE DE PESSOAL DO NÍVEL SUPERIOR. Portaria Capes nº 96, de 18-07-2013. Novo Regulamento do Pibid.

DANIEL, Luana, A. O professor regente, o professor orientador e os estágios supervisionados na formação inicial de futuros professores de letras. 2009. Dissertação de Mestrado -- Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba: 2009.

FETZNER, Andréa Rosana; SOUZA, Maria Elena Viana. Concepções de conhecimento escolar: potencialidades do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Educ. Pesqui., São Paulo , v. 38, n. 3, Set. 2012 . Disponível em

script=sci_arttext&pid=S1517-97022012000300010&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 16 Dez.

FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS. Um estudo avaliativo do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). São Paulo, 2014. (Relatório de Pesquisa)

FURLONG, John et al. Teacher education in transition: Re-forming professionalism? Buckingham: Open University Press, 2000.

GATTI, Bernardete Angelina; BARRETTO, Elba Siqueira de Sá; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo de Afonso. Políticas docentes no Brasil: um estado da arte. In: Políticas docentes no Brasil: um estado da arte. 2011.

GATTI, Bernardete A.; A formação inicial de professores para a educação básica: as licenciaturas. Revista USP, Brasil, n. 100, p. 33-46, feb. 2014. ISSN 2316-9036. Disponível em: . Acesso em: 01 maio2016.

IMBERNÓN, F. La profesión docente desde el punto de vista internacional ¿qué dicen los informes? Revista de Educación, Madrid, n. 340, p. 41-49, mayo/ago. 2006.

GARCIA, Carlos Marcelo. Estrutura conceptual da formação de professores. Formação de professores: para uma mudança educativa. Lisboa: Porto Editora, p. 17-68, 1999.

MARIANO, Antonio L. S. A Construção do início da docência: um olhar a partir das produções da Anped e do Endipe. 2006. Dissertação (Mestrado) -- Universidade Federal de São Carlos, São Carlos: 2006.

MATEUS, Elaine Fernandes. Um esboço crítico sobre "parceria" na formação de professores. Educ. rev., Belo Horizonte, v. 30,n. 3,set. 2014 . Disponível em . Acesso em: 07 abr. 2017.

PAPI, Silmara O. G.; MARTINS, Pura L. Professores iniciantes: as pesquisas e suas bases teórico-metodológicas. Linhas Críticas, v. 15, n. 29, p. 251-269, jul./dez. 2009.

NÓVOA, A. 2006. Desafios do Trabalho do professor no mundo contemporâneo -- Nada Substitui o Bom Professor. Palestra feita no SINPRO, SP. Disponível em: http://www.sinprosp.org.br/arquivos/novoa/livreto_novoa.pdf. Acesso em: 07 abr. 2017.

OLIVEIRA, Cristano Lessa de. Um apanhado teórico-conceitual sobre pesquisa qualitativa: tipos, técnicas e características. Revista Travessias, 2008. Disponível em . Acesso em: 07 abr. 2017.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (OCDE). 2006. Professores são importantes: atraindo, desenvolvendo e retendo professores efi cazes. São Paulo, Moderna, 249 p. (Relatório de pesquisa)

TEITEL, L. The professional development schools handbook: starting, sustaining and assessing partnership that improve student learning. Thousand Oaks: Corwin Press, 2003.

VAILLANT, Denise. Políticas de inserción a la docencia en America Latina: la deuda pendiente. Profesorado: Revista de Curriculum y Formación del Profesorado, v. 13, n. 1, p. 27-41, 2009.

VEENMAN, S. Perceived Problems of beginning teachers. Review of Educactional Research Summer, v.54, n.2, 1984, p.143-178.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v12i25.9657

Apontamentos



Direitos autorais 2017 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.