Ilustração em cartas: uma expansão do pensamento entre desenhos e escrita

Renata Oliveira Caetano, Débora Bastos Fioravante Pereira

Resumo


O presente artigo busca propor um exercício reflexivo sobre a relação entre ilustração e texto no suporte epistolar por meio das cartas do artista suíço Albert Müller. Nesse sentido, apresentamos duas de suas missivas, datadas do ano de 1924, cuja destinatária era sua esposa, Anna Müller. Observamos que os recursos linguísticos e semânticos promovem uma relação multidisciplinar em nosso objeto de estudo. Algo que rompe a relação hierárquica comumente atribuída a diferentes linguagens que ocupam o mesmo espaço em manuscritos, sendo o texto tomado como “mote”, enquanto a ilustração, uma “facilitadora de sentidos”. Para que fosse possível confrontar essa percepção, partimos das ideias de “tradução” e “coerência intersemiótica’ que relacionam as distintas linguagens trabalhadas nas cartas. Contudo, em nossas análises, percebemos como as linguagens interagiam entre si e na verdade promoviam uma espécie de expansão deste conteúdo, promovendo uma nova formulação da mensagem.

Palavras-chave


Cartas. Ilustrações. Ação. Artística. Experimental.

Texto completo:

PDF

Referências


AMSTRONG, Karen. Uma Pequena História do Mito. Teorema: Lisboa, 2005.

CAMARGO, Luis Hellmeister. Poesia infantil e Ilustração: estudo sobre Ou isso ou aquilo de Cecília Meireles. Dissertação (Letras e Teoria Literária). Instituto de Estudo das Linguagens, Universidade Estadual de Campinas, 1998.

CHRISTIN, A. M. A History of Writing: from hieroglyph to multimedia. Paris: Flammarion, 2001.

DAMÁSIO, António. O Sentimento de Si. O Corpo, a Emoção e a Neurobiologia da Consciência. 6ª edição. Publicações Europa-América: Mem Martins, 2000.

GOMBRICH, Ernst Hans. A História da arte. 16. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1999.

HAROCHE-BOUZINAC, G. Escritas epistolares. Trad. Lígia Fonseca Ferreira. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo 2016.

MAFFESOLI, Michel. Elogio da razão sensível. Editora Vozes: São Paulo, 2005.

MARTINS, Maria Helena. Crônica de uma utopia: leitura e literatura infantil em trânsito. Apres. Marisa Lajolo. São Paulo: Brasiliense, 1989.

MELOT, Michel. The Art of Illustration. Rizzoli International Publications,Inc.: New York, 1984.

PEREIRA, Nilce Maria. Traduzindo com imagens: a imagem como reescritura, a ilustração como tradução. Tese (Estudos Linguísticos e literários em Inglês). Departamento de Letras Modernas, Universidade de São Paulo, 2008.

QUENTAL, Joana Maria Pacheco. A ilustração enquanto processo e pensamento. Autoria e interpretação. Tese (Obtenção do grau de Doutor em Design). Departamento de Design da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, 2009.




DOI: https://doi.org/10.24206/lh.v6i2.32145

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Renata Oliveira Caetano; Débora Bastos Fioravante Pereira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

LaborHistórico | ISSN 2359-6910

A Revista LaborHistórico da Universidade Federal do Rio de Janeiro está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.