ESCOLA NORMAL DO DISTRITO FEDERAL: POR TRÁS DA MODERNIDADE CIVILIZATÓRIA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO (1911 - 1920)

Heloisa Helena Meirelles dos Santos

Resumo


Investigar a reforma educacional de 1911 na formação docente ministrada na Escola Normal do Distrito Federal, que ocasionou a alteração de endereço da instituição do Campo da Aclamação para o Estácio, é o objetivo deste artigo. O uso da legislação educacional como fonte permite expressar dialeticamente o projeto político e os interesses públicos, aqui interpretados como características do período reformador na capital federal. As contradições existentes, face às relações e as tensões da instituição com o meio geográfico que passa a sediá-la, são analisadas, na perspectiva de Chartier (1991), como representações culturais em conflito, visíveis na imprensa.

Palavras-chave


formação de professores, reforma educacional, representações em conflito.

Texto completo:

PDF

Referências


ARQUIVO GERAL DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO. (AGCRJ) Fundo/coleção: Prefeitura do Distrito Federal/RJ; Coleção fotográfica (1903-1958) Autor: Augusto Malta.

ARQUIVO NACIONAL. Periódico A Noite, edição de 21 de agosto de 1911.

ARQUIVO NACIONAL. Periódico Correio da Manhã, edições de 19 de abril de 1920, 17 de setembro de 1920 e 5 de março de 1923.

BARRETO, s/ano. Texto incompleto. A nova classe dos cirurgiões (Manuscrito da Biblioteca Nacional, coleção Lima Barreto) in O Globo, Caderno Prosa e Verso, 25 de setembro de 2010, p.2.

BARRETO. Recordações do Escrivão Isaías Caminha. São Paulo: Brasiliense, 1976.

BONATO, Nailda. A Escola Profissional para o sexo feminino através da imagem fotográfica. Caxambu: 27ª ANPED, 2004 Disponível em http://www.anped.org.br/reunioes/27/gt02/t028.pdf Acesso em 19/11/2012.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v8i15.1690

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.