SOCIOLOGIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO: ASPECTOS DA TRAJETÓRIA DE UM CIENTISTA MILITANTE

Dermeval Saviani

Resumo


Este artigo aborda a trajetória acadêmico-científica de Luiz Antonio Cunha considerando: a articulação entre a sociologia da educação e a história da educação presente no conjunto de sua produção, com destaque para as duas trilogias que reconstruíram a gênese e o desenvolvimento respectivamente do ensino superior e do ensino profissional no Brasil; sua militância científica manifesta na participação ativa na mobilização do campo educacional e nas análises da conjuntura educacional brasileira; seu novo projeto de investigação, em andamento, sobre a laicidade na educação.

Palavras-chave


Educação brasileira, sociologia da educação; história da educação.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUDELOT, Christian & ESTABLET, Roger (1971). L''ecole capitaliste en France. Paris, Maspero.

BAUDELOT, Christian & ESTABLET, Roger (1994). O nível educativo sobe: refutação de uma velha ideia relativa à pretensa decadência das nossas escolas. Porto, Porto Editora.

BOURDIEU, Pierre (1998). Contrafogos: táticas para enfrentar a invasão neoliberal. Rio de Janeiro, Jorge Zahar.

BOURDIEU, Pierre (2001). Contrafogos 2: por um movimento social europeu. Rio de Janeiro, Jorge Zahar.

CUNHA, Luiz Antonio (1973a). Política educacional no Brasil: a profissionalização no ensino médio. Rio de Janeiro, Eldorado.




DOI: http://dx.doi.org/10.20500/rce.v8i16.1700

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.