Escolas em foco: uso de dados por gestores escolares

Carolina Portela Núñez

Resumo


Em 2015, a Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro (SME-RJ) implementou um programa com base no incentivo ao uso de dados por gestores escolares, chamado Escolas em Foco. O artigo apresenta resultados de uma análise de entrevistas realizadas com gestores de nove escolas municipais participantes do programa, que esteve em vigor em 400 escolas da rede de 2015 a 2016. O objetivo do estudo foi investigar percepções de gestores sobre apropriações e uso de dados educacionais para planejamento pedagógico. Os resultados mostram que o programa teve boa recepção pela maioria dos gestores entrevistados, mesmo estes não tendo compreendido bem o seu funcionamento, e que os gestores demandam mais por ajuda material e de pessoal do que de formação por parte das políticas educacionais.


Palavras-chave


Uso de Dados Educacionais; Gestão Escolar; Avaliação em Larga Escala.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Felipe. Programas de Incentivo ao Uso de Dados Educacionais. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). 2019.

BARNEVELD, Cristina Van. Using data to Improve Student Achievement. Disponível em: . Acesso em: 12 de agosto de 2018.

BROOKE, Nigel. e CUNHA, Maria Amália. A avaliação externa como instrumento de gestão educacional nos estados. Estudos & Pesquisas Educacionais, Fundação Victor Civita, v. 2, p. 3-64. 2011.

CERDEIRA, Diana, PRADO, Ana, ROSISTOLATO, Rodrigo, TAVARES, Mayara, COSTA, Marcio. Conhecimento e Uso de Indicadores Educacionais no Município do Rio de Janeiro. Estudos em Avaliação Educacional, v. 28. n. 69. p. 926-968. Dezembro, 2017.

HUGUET, Alice, MARSH, Julie e FARRELL, Caitlin. Building Teachers’ Data-use Capacity: Insights from Strong and Developing Coaches. Education Policy Analysis Archives, v.22, n.52. 2014.

KERR, Kerri, MARSH, Julie, SCHUYLER IKEMOTO, Gina, DARILEK, Hilary, BARNEY, Heather. Strategies to Promote Data Use for Instructional Improvement: Actions, Outcomes, and Lessons from Three Urban Districts. American Journal of Education, v. 112, n.4, p. 496-520. 2006.

KNIGHT, Jim. Instructional coaching. School Administrator, v. 63, n. 4, p. 36–40. 2006.

MARSH, Julie, BERTRAND, Melanie, HUGUET, Alice. Using data to alter instructional practice: The mediating role of coaches and professional learning communities. Teachers College Record, v. 117, p. 1-40. 2015.

MATUS, Carlos. Política, planificación y gobierno. Fundación Altadir, Caracas, 1987.

SAMMONS, Pamela. As características-chave das escolas eficazes. In: BROOKE, N. & SOARES, J. F. (orgs). Pesquisa em eficácia escolar. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

SCHILDKAMP, Kim & POORTMAN, Cindy. Factors Influencing the Functioning of Data Teams. Teachers College Record, v. 117, 2015.

SCHILDKAMP, Kim, POORTMAN, Cindy, LUYTEN, Hans, EBBELER, Johanna. Factors Promoting and Hidering Data-based Decision Making in Schools. School Effectiveness and School Improvement: An International Journal of Research, Policy and Practice, v.28, n. 2, p. 242-258. 2017.




DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v14i31.30118

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.