A dimensão material da ação e formação de alfabetizadores

Liane Castro de Araujo

Resumo


O artigo versa sobre a dimensão material da ação e formação docentes no campo da alfabetização, argumentando, especificamente, sobre a contribuição de laboratórios pedagógicos nas instituições de formação de professores, com vistas à análise, produção, validação e mobilização permanente de jogos e materiais como recursos didático-pedagógicos potentes para a aprendizagem. Discute-se sobre a relevância da abordagem dos aspectos linguísticos -- notacionais e fonológicos -- na apropriação da língua escrita, a contribuição dos jogos e materiais diversos para que o ensino desses aspectos se dê de modo significativo, reflexivo e contextualizado, e o papel de laboratórios de acervos pedagógicos na formação de alfabetizadores, articulando-se conhecimentos linguísticos, culturais e didáticos.

 


Palavras-chave


Alfabetização. Jogos. Recursos pedagógicos.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, Eliana Borges Correia de; MORAIS, Artur Gomes de; FERREIRA, Andréa Tereza Brito. As práticas cotidianas de alfabetização: o que fazem as professoras?. Rev. Bras. Educ. [online]. 2008, vol.13, n.38, pp. 252-264. Disponível em: Acesso em: 24 out. 2017.

ARROYO, Miguel. G. Ofício de mestre: imagens e auto-imagens. 6.ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

BROUGÈRE, Gilles. Jogo e educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

CANDAU, Vera Maria. A didática e a formação de educadores: da exaltação à negação: a busca da relevância. In: CANDAU, Vera Maria. (Org.). A didática em questão. 20º ed. Petrópolis/RJ: Vozes, 1983, p. 13-24.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: 1. Artes de fazer. 3ª ed. Petrópolis: Vozes, 1998.

DOLZ, Joaquim. As atividades e os exercícios de língua: uma reflexão sobre a engenharia didática. D.E.L.T.A., 32.1, 2016, p. 237-260.

GOMBERT, Jean Emile. Epi/meta versus implícito/explícito: nível de controle sobre a leitura e sua aprendizagem. In: MALUF, Maria Regina; CARDOSO-MARTINS, Claudia. (Org.). Alfabetização no século XXI: como se aprende a ler e escrever. Porto Alegre: Penso, 2013, p. 109-123.

GONTIJO, Claudia Maria Mendes. Alfabetização: políticas mundiais e movimentos nacionais. Campinas/SP: Autores Associados, 2014.

JUSTINO, Marinice Natal. Pesquisa e recursos didáticos na formação e prática docente. Curitiba: Ibpex, 2011.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. O jogo e a educação infantil. In: KISHIMOTO, Tizuko Morchida. (Org.). Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. 7ª ed. Cortez: São Paulo, 2003, p. 13-43.

LEAL, Telma Ferraz; ALBUQUERQUE, Eliana Borges Correia de; LEITE, Tânia Maria Rios. Jogos: alternativas didáticas para brincar alfabetizando (ou alfabetizar brincando?). In: MORAIS, Artur Gomes de; ALBUQUERQUE, Eliana Borges Correia de; LEAL, Telma Ferraz (Orgs). Alfabetização: apropriação do sistema de escrita alfabética. Belo Horizonte: Autêntica, 2005, p. 111-131.

LEAL, Telma Ferraz; SILVA, Alexsandro da (Orgs.). Recursos didáticos e ensino da língua portuguesa: computadores, livros...e muito mais. Curitiba: Editora CRV, 2011.

LEFFA, Vilson. J. Como produzir materiais para o ensino de línguas. In: LEFFA, Vilson. J. (Org.). Produção de materiais de ensino: teoria e prática. 2ª ed. Pelotas: Educat, 2003.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 5.ed.Goiânia: Alternativa, 2004.

LORENZATO, Sérgio (Org.). O laboratório de ensino de matemática na formação de professores. (Coleção formação de professores). Campinas, SP: Autores Associados, 2012.

MACEDO, Lino de; PETTY, Ana Lúcia Sícoli; PASSOS, Norimar Christe. Aprender com jogos e situações problema. Porto Alegre: Artmed, 2000.

MACHADO, Anna Rachel. Por uma concepção ampliada do trabalho do professor. In: GUIMARÃES, Ana Maria de Mattos; MACHADO, Anna Rachel; COUTINHO, Antônia. (Orgs.). O Interacionismo Sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. Campinas: Mercado de Letras, 2007, p. 77-97.

MACHADO, Anna Rachel; BRONCKART, Jean Paul. (Re-)configuração do trabalho do professor construídas nos e pelos textos: a perspectiva metodológica do grupo ALTER-LAEL. In: MACHADO, Anna Rachel e colaboradores. Linguagem e Educação: O trabalho do professor em uma nova perspectiva. Campinas: Mercado de Letras, 2009, p.31-77.

MEIRIEU, Philippe. O cotidiano da escola e da sala de aula: o fazer e o compreender. Porto Alegre: Artmed, 2005.

MORAIS, Artur Gomes de; SILVA, Alexsandro. In: LEAL, Telma Ferraz; SILVA, Alexsandro da (Orgs.). Recursos didáticos e ensino da língua portuguesa: computadores, livros ...e muito mais. Curitiba: Editora CRV, 2011, p. 13-26.

MORAIS, Artur Gomes de. O desenvolvimento da consciência fonológica e a apropriação da escrita alfabética entre crianças brasileiras. In: Revista Brasileira de Alfabetização -- ABAlf. Vitória, ES. v. 1. n. 1. p. 59-76. jan./jun. 2015.

_______. Sistema de escrita alfabética. São Paulo: Melhoramentos, 2012

MORTATTI, Maria do Rosário Longo. Os sentidos da alfabetização. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

PASSOS, Carmen Lúcia Brancaglion; Materiais manipuláveis como recursos didáticos na formação de professores de matemática. In: LORENZATO, Sérgio (Org.). O laboratório de ensino de matemática na formação de professores. Campinas, SP: Autores Associados, 2012, p. 77-91.

PESSOA, Ana Claudia R. G.; MELO, Kátia Leal R. de. Recursos didáticos e ensino da ortografia: jogos e dicionário. In: LEAL, Telma Ferraz; SILVA, Alexsandro da (Orgs.). Recursos didáticos e ensino da língua portuguesa: computadores, livros...e muito mais. Curitiba: Editora CRV, 2011, p. 27-41.

SCHÖN, Donald A. Formar Professores como Profissionais Reflexivos. In: NÓVOA, António (Org). Os Professores e sua Formação. 2. ed. Lisboa: Dom Quixote, 1995, p.77-91.

SOARES, Magda. A reinvenção da alfabetização. Revista Presença Pedagógica, v.9 n.52, jul./ago, 2003, p. 15-21.

_______. Alfabetização: a questão dos métodos. São Paulo: Contexto, 2016.

SOUZA, Rosa Fátima de. Objetos de ensino: a renovação pedagógica e material da escola primária no Brasil, no século XX. In: Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 49, p. 103-120, jul./set. 2013. Editora UFPR. Disponível em: Acesso em: 6 nov. 2018.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Rio de Janeiro: Vozes, 8ª ed. Petrópolis, 2002.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1984.




DOI: http://dx.doi.org/10.20500/rce.v13i26.16617

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.