Estágio em ocupação estudantil: experiências na formação docente de Geografia

Larissa Lima de Souza

Resumo


A estratégia espacial de ocupação estudantil de unidades escolares da rede estadual de ensino (RJ) nos convida a repensar tanto a Educação Pública num sentido amplo, quanto a formação de professores e o significado atribuído ao estágio curricular nos cursos de Licenciatura. O presente artigo, nesse sentido, se debruça sobre reflexões geradas e problematizadas em nossa práxis educativa ao longo de uma experiência de estágio supervisionado coletivo desenvolvida, em 2016, por licenciandos do curso de Geografia da Universidade Federal Fluminense (UFF) na ocupação do Instituto de Educação Professor Ismael Coutinho (OcupaIEPIC), colégio da rede estadual localizado no município de Niterói.


Palavras-chave


Estágio curricular; Formação de professores de Geografia; Ocupação Estudantil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20500/rce.v13i27.17102

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Contemporânea de Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

         


RCE, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. ISSN 1809-5747

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.