Um testemunho da produção escrita brasileira no século XIX (1858): a validade social e histórica das cartas familiares destinadas ao Barão de Cocais

Márcia Cristina de Brito Rumeu, Ana Luísa Póvoa de Souza

Resumo


Este artigo tem como principal intuito a apresentação da edição fac-similar e semidiplomática de uma carta produzida por uma escrevente brasileira ainda no início da 2a metade do século XIX (1858). A relevância da edição desse conjunto de cartas reside principalmente no fato de tratar-se de missivas pessoais que não só nos dão notícias acerca da dinâmica da lavra de minérios em Minas Gerais, mas também trazem à cena a dinâmica das relações familiares. Trata-se, sem dúvida alguma, de uma fonte para futuras análises acerca de relevantes aspectos da história social e da história linguística do português Brasileiro na 2a metade do século XIX a serem desvendados com base nas cartas ao Barão de Cocais.

Palavras-chave


Sociolinguística histórica. História linguística e social de Minas Gerais. Cartas pessoais

Texto completo:

PDF

Referências


BERGS, A. Social networks and historical sociolinguistics: studies in morphosyntactic variation in the Paston letters (1421-1503). Walter de Gruyter, 2005.

BUENO, A.H.C.; BARATA, C.E.A. Dicionário das Famílias Brasileiras. Volumes I e II. São Paulo. 2001.

HERNÁNDEZ-CAMPOY, J. M; SCHILLING, N. The Application of the quantitative paradigm to historical sociolinguistics: Problems with the generalizability principle. The handbook of historical sociolinguistics. Wiley-Blackwell. 2012, p. 63-79.

HOUAISS, A. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. 1a ed. Rio de Janeiro: Ed. Objetiva, 2009.

LOBO, T. C. F. Para uma sociolinguística histórica do português no Brasil. Edição filológica e análise linguística de cartas particulares do Recôncavo da Bahia, século XIX. Volume II. Tese (Doutorado). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. 200.

RUMEU, M.C.B. Língua e sociedade: a história do pronome 'Você' no português brasileiro. Rio de Janeiro: Ítaca (FAPERJ), 2013.

SILVA LEME, L. G. Genealogia Paulistana. São Paulo: livraria Duprat, 1903-1904, 09 volumes.

SPINA, S. Introdução à edótica: crítica textual. 2a ed. São Paulo: Cultrix/Edusp. 1977.

TARALLO, F. Diagnosticando uma gramática brasileira: o português d’ aquém e d’ além mar ao final do século XIX. In.: ROBERTS, I.; KATO, M. (Orgs.) Português Brasileiro: uma viagem diacrônica. 2ª ed. Campinas, São Paulo: Editora da Unicamp, 1993. p. 69-105.




DOI: https://doi.org/10.24206/lh.v5iEspecial2.29799

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 LaborHistórico

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

LaborHistórico | ISSN 2359-6910

A Revista LaborHistórico da Universidade Federal do Rio de Janeiro está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.