Edição filológica e digital do Livro do Gado e do Livro de Razão do arquivo do Sobrado do Brejo (Bahia setecentista e oitocentista)

Mariana Fagundes de Oliveira Lacerda, Zenaide de Oliveira Novais Carneiro

Resumo


Neste trabalho, aborda-se uma documentação de foro privado, o Livro do Gado e o Livro de Razão do Brejo do Campo Seco, no sertão da Bahia, com 57 e 195 folhas, respectivamente, escritos por três gerações, do último quartel do século XVIII ao terceiro quartel do século XIX. São documentos importantes para a história do português brasileiro, de forma particular para a história de penetração e difusão da escrita na Bahia. A edição semidiplomática e edição digital que se pretende realizar desses textos -- cujas metodologias estão aqui descritas -- atendem a uma das agendas do Projeto Nacional Para uma História do Português Brasileiro (PHPB), que vem divulgando corpora manuscritos e impressos de períodos pretéritos, para estudo da história do português culto e do português popular do Brasil. Essas edições servirão não apenas a pesquisadores interessados em aspectos linguísticos, da difusão da escrita, da leitura, das transmissões textuais, mas em aspectos históricos, políticos, econômico-sociais, entre outros. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24206/lh.v2i1.4814

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 LaborHistórico

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

LaborHistórico | ISSN 2359-6910

A Revista LaborHistórico da Universidade Federal do Rio de Janeiro está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.