Querido Paulo Freire, deixe-me falar com você sobre o Sapere, Alimentos e Literatura (SAL) no Recife dos tempos da Covid-19 e de outrora

Rozélia Bezerra

Resumo


Este relato de experiência é o resultado de um projeto de pesquisa realizado entre março e junho de 2020, com o objetivo de identificar o Sapere, isto é, identificar os saberes que se ligam aos sabores dos alimentos e produtos alimentares, no Recife dos tempos da Covid-19 e de outrora. A coleta de dados se deu em pesquisa literária e através da observação e escuta dos vendedores ambulantes de alimentos, que circularam na fronteira entre os bairros de Casa Forte e Casa Amarela, no primeiro ano da Covid-19. A narrativa se dá através de uma carta destinada ao professor Paulo Freire, segundo a base teórica de António Nóvoa (2015) e Raine Maria Rilke (2011). Observou-se, tanto na literatura, quanto entre os vendedores, a presença e o resíduo de costumes muito antigos.


Palavras-chave


Gastronomia; Vendedores ambulantes; Pregões; Territorialidade; Patrimônio;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Rozélia Bezerra

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.