A força feminina das profissionais do vinho no Brasil: percepções de mulheres atuantes nas áreas de ensino, pesquisa, produção e serviço

Lilian Corrêa Alves, Elga Batista da Silva

Resumo


Nos anos recentes, muitos trabalhos têm sido publicados sobre aspectos relacionados ao vinho, como é o caso dos estudos sobre os perfis e preferências dos consumidores dessa bebida. Entretanto, ainda são escassas as pesquisas abordando questões sobre os profissionais do vinho, inclusive do gênero feminino. Estudos assim podem ser úteis não apenas para conhecer essas mulheres, mas também para, potencialmente, compreender melhor as relações de trabalho em serviços de alimentação que as empregam. Nesse contexto, essa pesquisa buscou conhecer as percepções de 200 mulheres que trabalham no mundo do vinho no Brasil ou estão se qualificando para tanto; a partir de questões envolvendo temas como atuação e formação profissional, misoginia, entre outros, através de um survey online. Com base nos resultados foi possível perceber que a participação feminina no mundo profissional dos vinhos vem crescendo e ganhando cada vez mais espaço, mas algumas dessas mulheres já passaram por situações misóginas ou preconceituosas com relação à sua ocupação, e mesmo considerando satisfatória sua inserção no mercado de trabalho acreditam poder conquistar maior espaço e reconhecimento nesse segmento. 


Palavras-chave


Gastronomia; Enologia; Feminismo; Misoginia; Serviços de alimentação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Lilian Corrêa Alves, Elga Batista da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.