Um gradiente da habilidade com a escrita: cartas privadas no contexto da imigração portuguesa para o Brasil no século XX

Autores

  • Rafael Rodrigues da Silva Cardoso Instituto Nacional da Propriedade Industrial, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Célia Regina dos Santos Lopes Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-4344-1039

DOI:

https://doi.org/10.24206/lh.v9i2.55433

Palavras-chave:

Migração Portuguesa. Sociolinguística Histórica. Corpus diacrônico. História Social da Escrita.

Resumo

O artigo apresenta uma proposta para a análise do grau de habilidade com a escrita de redatores de 99 cartas privadas escritas no contexto da imigração portuguesa para o Brasil de 1948 a 1960. Baseados em Barbosa, 2017 e Santiago, 2019, a análise é feita a partir do levantamento de desvios gráficos em relação ao referencial modelar escolhido, separando-se os redatores em um gradiente de habilidade. A proposta permitiu categorizar o corpus de cartas em função de critérios objetivos, evidenciando que os remetentes produziram textos mais ou menos influenciados pelas práticas correntes da escrita. Ademais, alguns desvios ocorreram apenas nos remetentes de menor grau de habilidade e são possivelmente “mais graves” ou indicativos de uma baixa habilidade com a escrita do que aqueles observados nos remetentes mais hábeis.

Biografia do Autor

Rafael Rodrigues da Silva Cardoso, Instituto Nacional da Propriedade Industrial, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Doutor em Língua Portuguesa pelo Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Célia Regina dos Santos Lopes, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Professora Titular de Língua Portuguesa do Departamento de Letras Vernáculas da Faculdade de Letras da UFRJ

Referências

BAGANHA, Maria Ioannis. As correntes emigratórias portuguesas no século XX e o seu impacto na economia nacional. Análise Social: Revista do Instituto de Ciências da Universidade de Lisboa, XXIX, n. 128, , Lisboa, 1994, p. 959-980. (Disponível em:

< http://analisesocial.ics.ul.pt/?page_id=14>. Acesso em: 10 de maio de 2019).

BARBOSA, Afrânio Gonçalves. O controle de marcas de inabilidade na escrita alfabética e a identificação das mãos inábeis em corpora histórico-diacrônicos. Revista da ABRALIN, v.16, n.2, p. 19-43, Jan./Fev./Mar./Abril de 2017.

BARBOSA, Afrânio Gonçalves; LIMA, Alexandre Xavier. O controle indireto de perfis sócio-históricos em corpora histórico-diacrônicos: a identificação de graus de letramento pela grafia etimológica no século XIX. In: CASTILHO, Ataliba T. de. (Coord.). História do Português Brasileiro - v. 2. Corpus diacrônico do português brasileiro. São Paulo: Contexto. 2019. p. 168-205

CALDAS AULETE. Dicionário contemporâneo da língua portuguesa. 3.ed. Lisboa: Parceria Antônio Maria Pereira, 1948.

CARDOSO, Rafael Rodrigues da Silva. De Portugal ao Brasil: Edição semidiplomática e descrição de cartas privadas da imigração portuguesa para o Brasil no século XX. Tese de Doutorado em Letras Vernáculas (Língua Portuguesa). Faculdade de Letras/UFRJ, Rio de Janeiro, 2020.

CINTRA, Luís Filipe Lindley. Estudos de dialectologia portuguesa. Lisboa: Sá da Costa Editora, 1983.

CONDE SILVESTRE, Juan Camilo. Sociolingüística Histórica. Madrid: Gredos, 2007

CRYSTAL, David. Dicionário de Linguística e Fonética. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1988.

DUBOIS, Jean et al. Dicionário de Linguística. São Paulo: Editora Cultrix, 1999.

ELSPASS, Stephan. The use of private letters and diaries in sociolinguistic investigation. In: HERNÁNDEZ-CAMPOY, Juan M. & CONDE-SILVESTRE, Juan C. (eds.), The Handbook Of Historical Sociolinguistics, Oxford: Wiley-Blackwell, 2012. p. 156–169.

HERNÀNDEZ-CAMPOY, Juan M. & SCHILLING, Natalie. The Application of the Quantitative Paradigm to Historical Sociolinguistics: Problems with the Generalizability Principle. In: HERNÁNDEZ-CAMPOY, Juan M. & CONDE-SILVESTRE, Juan C. (eds.), The Handbook Of Historical Sociolinguistics, Oxford: Wiley-Blackwell, 2012. p. 63-79.

KOCH, Peter e OESTERREICHER, Wulf. Oralidad y escrituralidad a la luz de la Teoria del Lenguaje. In: KOCH, Peter e OESTERREICHER, Wulf. Lengua Hablada en La Romania: español, francés, italiano. Madrid: Editorial Gredos, 2007. p. 20-42).

LEITE, Ana Carolina da Silveira. Cartas de mulheres: história social da cultura escrita de e/imigrantes portuguesas no Brasil (1896-1929). Cem Cultura Espaço e Memória, v. 8, p. 357-372, 2017.

LEMLE, Miriam. Guia Teórico do Alfabetizador. São Paulo: Editora Ática, 1999

MARQUILHAS, Rita. Mãos Inábeis nos Arquivos da Inquisição. In: A Faculdade das letras. Leitura e escrita em Portugal no séc. XVII (capítulo IV, p. 228 -266). Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2000.

RAPOSO, Eduardo Paiva B., NASCIMENTO, Maria Fernanda Bacelar do; MOTA, Maria Antónia Coelho da; SEGURA, Luísa, Amália MENDES, com colaboração de Graça VICENTE e Rita VELOSO (org.) Gramática do Português. 2 volumes. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2013.

SANTIAGO. Huda da Silva. Um estudo do português popular brasileiro em cartas

pessoais de “mãos cândidas” do sertão baiano. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) – Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos, Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2012.

SANTIAGO, Huda da Silva. A escrita por “mãos inábeis”: uma proposta de caracterização. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Língua e Cultura, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2019.

SERRÃO, Joel. A emigração portuguesa, 4.ª ed., Lisboa: Livros Horizonte, 1982.

SILVA, Érica Nascimento. Cartas amorosas de 1930: o tratamento e o perfil sociolinguístico de um casal não-ilustre. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012.

TEYSSIER, Paul. História da Língua Portuguesa. São Paulo: Sá da Costa Editora, 1982.

VASCONCELLOS, José Leite de. Esquisse d'une Dialectologie Portugaise. 2a edição, com aditamentos e correcções do Autor, preparada, com base no exemplar conservado no Museu Etnológico <> por MARIA ADELAIDE VALLE CINTRA. Lisboa: Centro de Estudos Filológicos. 1970. (Disponível em: http://purl.pt/160. Acesso em: 23/08/2019)

Downloads

Publicado

2023-12-29

Edição

Seção

Artigo - Dossiê "Diálogos entre a sócio-história do português e a história social da cultura escrita"